Hoje vou falar um pouco sobre um lugar comum entre os habitantes deste estranho mundo dos nerds: as coleções.

Quase todo nerd que eu conheço tem ou já teve uma coleção.

“O colecionismo é a prática que as pessoas têm de guardar, organizar, selecionar, trocar e expor diversos itens por categoria, em função de seus interesses pessoais”.

Não existem limites para delimitar o que é e o que não é colecionável. Existem coleções que vão desde insetos mortos, folhas, ou outras coisas aparentemente sem valor financeiro, até coleções de joias, carros e outras coisas mais caras.

bunkernerd-colecoes--2

O fato interessante sobre o “Valor” das coisas é que ele é diretamente proporcional ao interesse atual das pessoas naquele objeto. Ou seja, uma tampa de garrafa comum, dessas que jogamos fora todos os dias, pode ser uma relíquia para um colecionador daqui alguns anos.

O Colecionador
Existem colecionadores que gostam simplesmente de acumular o objeto de suas coleções. Contudo, colecionadores mais requintados desenvolvem, ou adaptam-se a métodos de catalogação elaborados para tomar conta de sua coleção.

bunkernerd-colecoes--1

Ao pensar em uma coleção, muitos destes colecionadores raciocinam-na como se fosse uma biblioteca, onde cada livro tem seu local adequado, separado por categorias específicas, como gênero, ano, criador, raridade e tantos outros.

Muita gente acredita que colecionar é algo simples. Basta comprar/encontrar o objeto colecionável e somá-lo às suas posses. Talvez. A maior parte dos colecionadores que possuem coleções extensas não podem se dar ao luxo de não organizar de modo criterioso seu inventário.

bunkernerd-colecoes--4Quando falamos em coleções pequenas, como por exemplo, um álbum de figurinha (do pokemón, porque sou nerd e não coleciono figurinha de futebol), é fácil organizar. Se existem 7 álbuns diferentes, mesmo que você possua todas as figurinhas brilhantes e banhadas a ouro e entregues pelo Pikachu, todas elas juntas ocupariam um espaço reduzido em sua prateleira. Se tivesse uma versão comum e uma rara seria o dobro, o que ainda ocuparia pouco espaço.

Mas, e isto é importante, pense em uma coleção um pouco maior, vamos citar Magic, The Gathering. Para cada uma das edições, existe uma miríade de cartas e possibilidades de decks e combinações. Mas vamos nos ater à megalomania básica: “Quero TUDO”. Bom, tudo, neste caso, sai caro e ocupa espaço.

Atualmente são mais de 16.500 cartas, e o cara que possui todas elas não vai deixar elas engavetadas. Provavelmente vai existir uma pasta para cada edição, onde elas serão divididas por algum critério, possivelmente por elemento, tendo uma pasta/ala especial para as cartas cromadas e por aí afora.

bunkernerd-colecoes--5-Magic

É, amiguinhos. Coleção é coisa séria!

Existem coleções maiores que as de Magic. Podem, apostar! Já ouviram falar em filatelia? Filatelista é o cara que coleciona selos postais. Por mais “ultrapassado” que isto pareça, atualmente, este ainda é um campo que reúne seus fãs. As coleções, neste caso, podem ser por época, países, eventos, continentes, enfim, outro mar de opções (com certeza com muito, muito mais que 16,5 mil itens).

bunkernerd-colecoes--filatelia

Existem tantas outras coleções “oficiais” (colecionadas por muitas pessoas).

  • Canetas
  • Rótulos
  • Tampinhas
  • Garrafas
  • Latas
  • Cartas
  • Livros
  • Mangás
  • Cds
  • Discos
  • Filmes
  • Cartões postais
  • Cartões telefônicos
  • Canecas
  • Pratos
  • Quadros
  • Arte em geral

Esta lista poderia continuar infinitamente, mas já tem exemplos suficientes.

Agora a pergunta: Colecionar faz bem?
Sim. Colecionar faz bem. Ter um hobby, guardar para si um tempo e dedicar-se a uma coisa que você gosta, faz bem.

But… Ter um hobby, muitas vezes, pode ser confundido com obsessão. Galerê: se isto te deixa irritado, infeliz e isolado, talvez esteja passando dos limites.

bunkernerd-colecoes--6-colecionismo

Ter uma coleção é muito aconselhável para você que gosta de documentar momentos da vida. Conheço pessoas que colecionam porta copos de todos os bares que já frequentaram, anotando a data e a companhia em questão. Mas não deixe isso te afastar de quem se importa com você. Lembre-se: se é um hobby, não é “trabalho”. Trabalho traz dinheiro/benefícios. A sua coleção tem o objetivo de te trazer realização. Se isto não acontece, talvez seja o caso de procurar ajuda.

Colecionar também serve para unir as pessoas. Não é porque a sua coleção exige tempo e dedicação, que você não pode ter amigos e dividir algum tempo com eles. Uma boa dica é encontrar amigos que colecionem a(s) mesma(s) coisa(s) que você. Além de ganhar uma fonte de troca, ainda podem trocar informações sobre novidades e outros assuntos relacionados.

Já colecionei livros, dados de RPG, cartões telefônicos, filmes de ação romântica (lol), figurinhas do Pokémon, tazos, copos, canecas, entre outros…

E você, tem alguma coleção?

 

Escrito pelo soldado: Ig

Comentários

comentários

About The Author

Convidado

Convidado especial @BunkerNerd.