Copa-da-vergonha--1(1)Olé! Olé! Olé! Vai ter Copa sim! A Copa começou e… que vergonha heim?!

Ontem, “pontualmente” às 16:15, começou o 20º campeonato mundial de futebol, sediado no Brasil. Depois de tantos meses de preparo e expectativa, o resultado não podia ser mais frustante!

O início da transmissão da cerimônia de abertura da Copa, tão aguardada por brasileiros e fãs de futebol ao redor do mundo, mostrou um estádio vazio.

Copa-da-vergonha--2(1)

O Itaquerão, estádio que sediou a primeira partida e também a cerimônia de abertura, foi o último estádio a ficar pronto. Devido a um acidente que deixou dois mortos, o Itaquerão foi liberado para partidas em cima da hora! A liberação de arquibancadas era o principal entrave para a abertura do evento. Era tanto atraso em tudo que a prefeitura de São Paulo pediu para os torcedores evitarem ir de carro ao estádio.

Uma hora antes de tudo começar, o gerador responsável por criar energia para o Estádio do Corinthians pega fogo, deixando o estádio nas sombras.

E quando a festa da Copa finalmente começou, não melhorou muito…

Copa-da-vergonha--2

Com conceito artístico criado pela belga Daphne Cornez, o espetáculo teve um elenco composto por apenas 660 pessoas (sério.. é muita POUCA gente) e fez uma homenagem aos “tesouros do Brasil: suas pessoas, sua natureza e o futebol”.

Apesar da boa intenção, o resultado final gerou muita revolta e vergonha alheia dentro e fora da internet!

Copa-da-vergonha--3

Copa-da-vergonha--4

Copa-da-vergonha--5

E parece que um Ent se perdeu no meio da festa…

O resultado? Uma onda de comentários sobre os micos:

“Deixou a desejar essa abertura, muito sem graça, sem efeitos especiais, sem tecnologia, horrível, e ainda de dia, ficou muito sem sal, péssimo”.

 

“não gostei achei muito pobre…”.

 

“Uma das festinhas mais interioranas, caipiras, mal ajambradas que já vi. Meu colégio fazia coisa melhor. Parada de 7 de setembro faria melhor. Líder de torcida americana faz melhor. E pagamos uma fortuna por essa empresa organizadora e coreógrafa belga. Ah, tenha dó!”.

 

“Como se o Brasil e a FiFA se importasse com o nordeste, com os índios e com meio ambiente que hipocrisia! Queria saber quanto o Galvão tá ganhando para ser tão puxa saco da FIFA”.

“E esqueceram de falar p o Galvão que a Claudia Leite é Carioca e não Nordestina, ou ele faltou na aula de geografia e não sabe onde fica o RJ????”.

 

“Com tanto carnavalescos que fariam mais bonito q isso,foram chamar uma estrangeira p isso?q vergonha”.

 

“…parece ate que 2/3 dos participantes faltaram”.

Acham que eu estou exagerando? Leiam os jornais! Até mesmo a imprensa internacional comentou, com desapontamento, a abertura da Copa.

O jornal espanhol “Marca”, chamou o show de “discreta cerimônia de inauguração” e também deu mais importância para os vários protestos que aconteciam do lado de fora do Itaquerão.

Já os franceses do “Le Monde” colocaram em suas chamadas: “A (muito curta) cerimônia de abertura do Mundial”. E enfatizaram que a festa durou exatos 25 min (cronometrados).

Os “artistas” foram a sensação do jornal italiano “La Gazzetta dello Sport”: “… Dilma Rousseff e Joseph Blatter ausentes para evitarem vais”.

Copa-da-vergonha--8

Pra fechar a sessão de “elogios” mundiais, o “The Guardian” praticamente ignorou a festa, descrevendo de forma irônica o show de Claudia Leite, Pitbull e J-Lo: “As primeiras coisas em primeiro lugar. Na cerimônia de abertura, a cantora americana Jennifer Lopez se apresenta com algumas outras pessoas, um deles aparentemente chamado de Pitbull” (Cadê a Cláudia??).

Copa-da-vergonha--6

E para fechar com chave de ouro toda essa papagaiada, o acontecimento que mais me chateou (fique triste na verdade… com vergonha MESMO) foi a ignorada que a Rede Olho deu no evento que eu julgou mais importante dessa cerimônia toda: O chute inicial, dado por Juliano Pinto, um jovem paraplégico de 29 anos.

Copa-da-vergonha--7

Senti e ainda estou sentindo muita vergonha por termos menosprezado um dos maiores feitos da ciência brasileira. Miguel Nicolelis, o cientista idealizador do projeto Andar de Novo, que criou o exoesqueleto robótico, merece palmas e congratulações do mundo inteiro por ter proposto algo que pode mudar a vida de centenas de pessoas e nós fizemos de tudo para que ninguém visse…

Parabéns Fifa… Parabéns presidenta… É assim mesmo que se mostra o país para o mundo…

Copa-da-vergonha--9

Daniel Keller não torce por um país com esses ideais e indiferenças…

Comentários

comentários

About The Author

Daniel Keller

"Far over the misty mountains cold, to dungeons deep and caverns old. We must away ere break of day, to seek the pale enchanted gold…" Sobrevivente e acumulador de histórias, desbrava o mundo através da imaginação e da criatividade. Designer por escolha e redator por sorte do destino, busca a vida perfeita. Longa vida à Nação Nerd!

Leave a Reply

Your email address will not be published.