Depois de 12 anos de hiato, a Blizzard lançou o jogo Diablo III e foi logo quebrando recordes de maior volume de vendas para um jogo de computador. No primeiro dia, já havia emplacado pouco mais de 3,5 milhões de vendas, e em uma semana este número chegou a impressionantes 7 milhões de cópias físicas e digitais vendidas. Agora, a empresa quer expandir o universo do jogo para outras mídias e a aposta é no livro Diablo 3: A Ordem.

O escritor escolhido foi Nate Keynom, o autor que já recebeu prêmios na área de ficção científica, horror, suspense e “short fiction”. Ele já havia feito uma parceria em 2010 com a Blizzard escrevendo o livro Stracraft: Ghost, que teve boa aceitação pelo público.

A história se passa alguns anos antes dos acontecimentos do jogo. O livro narra a jornada do ainda jovem Deckar Cain, o último (ou não) sobrevivente de uma ordem lendária chamada Horadim, em busca de outros membros perdidos, para salvar o povo de Santuário das forças demoníacas do Inferno Ardente. A princípio, ele é um jovem rebelde que resiste em aceitar seu fardo. Então aos poucos, o autor vai construindo o personagem que deve salvar o mundo. No decorrer da busca, o protagonista acaba formando uma aliança improvável com um monge, da ordem dos Ivgorod, e também com Leah, uma menina de 8 anos que é temida por carregar uma maldição consigo, que no final, pode ser uma peça chave para impedir o caos.

A história de Deckard é guiada por algumas questões, como qual é o segredo de Leah e como ela está relacionada à Profecia do fim dos Dias? Se existem outros “Horadrim”, eles serão capazes de se unir e batalhar contra a aniquilação e o esquecimento? As perguntas podem possuir respostas capazes de evitar ou causar o fim do mundo, que já teria data marcada para o primeiro dia do mês de Rathan.

Aparentemente, Nate Keynom fez um bom trabalho expandindo a obra para a literatura, dando profundidade aos personagens, revelando esqueletos no armário e trabalhando bem as ameaças futuras.

Para quem já conhece o jogo, o livro aprofunda muito mais no interior e passado de Deckard, sendo uma ótima opção de complemento para os viciados no game. E para quem ficar somente no livro, é promessa de um universo muito bem explorado com detalhes ricos que ligam os jogos anteriores e impressionam o leitor.

A narrativa parece ter sido bem executada pelo autor, capaz de criar boas sequencias de ação e terror, causando arrepios em qualquer um que conheça o bom vilão e o time inimigo criados por Keynom. O horror presente nas páginas não depende apenas de monstros, também se baseia no medo e angustia dos personagens. A tradução e adaptação também são pontos positivos na leitura classificada como fluida e viciante.

Os maiores sucesso da Blizzard são World of Warcraft, Warcraft, Stracraft e Diablo. E a empresa explora com qualidade todas estas marcas. Cada um dos jogos já teve o universo expandido para livros, HQ ou ambos. Atualmente, livros com origem nos jogos estão sendo cada vez mais bem executados pelas empresas e mais aceitos pelo público, assim como o caso de “Battlefield 3 – O Russo”. O caso de Diablo III: A Ordem, parece ser mais um produto a altura das expectativas, capaz de causar alvoroço nos fãs da série como complemento ou curiosidade aos que ainda não conhecem o jogo.

Para quem ficou interessado, a rede social Skoob está sorteando alguns exemplares do livro. É preciso ter sorte, mas também não custa nada tentar. Participe clicando AQUI ou no link abaixo.

http://www.skoob.com.br/cortesia/detalhes/141

Autor: Nate Keynom

Páginas: 350.

Editora: Record

Comentários

comentários

About The Author

Convidado

Convidado especial @BunkerNerd.

Leave a Reply

Your email address will not be published.