Ontem, dia 30 de outubro, a Walt Disney desembolsou US$4,05 bilhões para somar a LucasFilm à um portfolio que já contava com Pixar, Marvel, ESPN e ABC. Segundo George Lucas, que receberá metade do montante em dinheiro e o resto em ações,  saga sobreviveria sem o criador, desde que estabelecesse uma transição planejada durante a vida.

Mas como esta negociação afetará aos fãs de Star Wars?

Para começar, segundo palavras do próprio George, a Walt Disney Co. possibilitará que a franquia “Star Wars” destrinche por novos caminhos no cinema, televisão, meios interativos, parques temáticos, entretenimento ao vivo e produtos de consumo.

Quem acompanha o desenvolvimento da série intergaláctica, sabe que a LucasFilm vem “errando a mão” nas últimas produções cinematográficas. Era claro que não havia planejamento para novas filmagens – muitos fãs até são contra – e a empresa estava explorando os títulos lançados no passado apenas para, claramente, ganhar mais dinheiro. Vide o “Episódio I: A Ameaçã Fantasma”,  um filme que deveria ter sido deixado no passado, mas foi relançado com efeitos 3D nada impressionantes.

O presidente e executivo-chefe da Disney, Robert A. Iger, planeja lançar uma nova trilogia, para somar às outras duas já existentes. O “episódio 7” deve ser lançado em meados de 2015 com continuações em intervalos de dois ou três anos, além de novos livros e produtos para a série.

Usando os novos filmes da Marvel como referência, na nova saga dos “Avengers” e em novo Homem-Aranha, particularmente, sempre me incomodou o excesso de piadas (em todos os filmes) e o exagero nas frases de efeito (principalmente no Capitão América). Além de roteiros nada complexos e vilões sem destaque. Parafraseando um bom amigo, “Homem Aranha é um filme de super-herói produzido pela Disney.” É uma frase que retrata bem a influência da empresa mãe sobre as suas filiais.

Devo admitir que os filmes são bem feitos, a interação entre eles é bem trabalhada e eles atendem ao que se propõe. Contudo, em minha opinião, este “perfil Disney” não se encaixa em “Star Wars”. Quem sabe, pensando nisso, George Lucas será um dos consultores criativos dos novos filmes da série. Mas será que ele conseguirá manter o mesmo padrão de filmagem que seus fãs já estão acostumados? Ou será que ele cederá às pressões dos novos chefes?

Devemos considerar o fato de que a Walt Disney Co. foi capaz de reerguer os heróis da Marvel e sempre manteve um alto padrão de qualidade para os filmes da Pixar. Aos fãs de Star Wars fica uma centelha de esperança que a empresa possa renovar e melhorar a franquia, e sabemos ela tem competência para isso, principalmente depois da “polêmica” última trilogia que foi bem abaixo das expectativas.

Agora nos resta esperar para sabermos a resposta do último questionamento. Será que a Disney investirá para agradar aos consumidores tracionais de Star Wars, ou trabalhará focada na nova geração? A decisão definirá a futura saga. Deixe sua opinião abaixo.

Também veja o próprio George Lucas falando sobre o futuro de Star Wars.

Comentários

comentários

About The Author

Convidado

Convidado especial @BunkerNerd.

3 Responses

  1. Andrea Galvão

    Eu sou suspeita para falar, já que amo a Disney. E, com George Lucas como um dos consultores criativos, acho que as histórias não ficarão muito ‘bobinhas’. Ainda mais, a Disney não faz nada que não seja de qualidade (acho que só teve um filme deles que eu não gostei. Um.).

    Os filmes da Marvel, depois que a Disney assumiu, ficaram muito bons! Eu realmente gostei dos últimos lançados e acho que eles conseguiram expandir os quadrinhos para um público maior, que não estava acostumado (e tinha preconceito) com os super heróis.

    Quem sabe também não fazem isso com Star Wars? Conheço muita gente que nem viu o filme e fica falando mal, falando que é coisa de nerd e de homem (oi?)… Sabendo que a Disney que vai fazer os próximos filmes, as pessoas (que têm preconceito) podem se animar!

    Espero que eles consigam fazer as continuações à altura das primeiras trilogias! Há sempre o perigo de piorar quando começam a expandir muito uma história, né? Espero que isso não aconteça por aqui!

    Responder
    • BunkerNerd

      Particularmente, não gostei muito na última trilogia (principalmente o episódio 1). Acho que um pouco se deve ao fato de que George Lucas teve liberdade total para produzir o filme. Imagino que agora ele terá que ouvir mais as pessoas ao redor e aceitar certos termos definidos pela Disney. Algo que será benéfico para o resultado final.
      Acredito que a Disney fará um bom trabalho e tentará atingir os antigos fãs da série, mas o foco principal será em formar uma nova geração de seguidores. Portanto, aos mais antigos ficará a tarefa de abrir a mente para o que está por vir.
      OU NÃO!

      Afinal, tudo que eu disse não passa de especulação.

      Responder
  2. gucci 財布 修理

    gucci 財布 修理

    furthermore, plenty of massive agencies from real estate market ‘re posting this special interest in acquiring the countries this sort of site by using a solitary vision of a proliferation. all of these priceless agents with the clever technique and y…

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published.