Falaaa Refugiados! Mais um review sobre filme. O bola da vez é Elysium.

elysium

O filme em si é muito bom, a história faz quem assiste se envolva totalmente na história, os efeitos especiais são de ótima qualidade. Durante o filme você não demora muito para perceber qual o objetivo de cada personagem e conforme a história vai se desenrolando o espectador consegue sentir afinidade pelos personagens se emocionando com oque acontece com cada um. No filme percebi que o famoso “sonho americano” se mostra mais uma vez, porém de uma maneira diferente pois faz uma critica entre as desigualdades entre os povos, provando mais uma vez que mesmo com o passar do tempo, se não nos conscientizarmos ainda haverá desigualdade, principalmente na saúde. No filme ocorre que, na verdade, as pessoas da Terra não queriam ir morar em Elysium e sim em sua grande maioria, só queria usar umas das máquinas que curam qualquer tipo de doença. Com um final surpreendente o filme não deixa a desejar – com muita ação e emoção – Elysium é um ótimo filme.

elysium

O ano é 2154 e o planeta Terra está largado à miséria e à criminalidade. Grandes favelas se formam pelo mundo todo enquanto os ricos constroem seu próprio mundo, bem longe “dessa gente”. Esse novo lugar chama-se Elysium, o paraíso numa estação espacial onde tudo é perfeito, as pessoas são limpas, bonitas, educadas e tem a cura de todas as doenças. É claro que alguém apareceria para quebrar essa barreira. Esse homem é Max (Matt Damon). Max sempre sonhou em partir para Elysium, mas quando se vê com apenas 4 dias de vida, percebe que a sua única salvação está naquele planeta artificial, que não foi criado para ele.

elysium

Quem dirige o longa é Neil Blomkamp, o mesmo de Distrito 9. Em Elysium, quem faz a invasão são os “terráqueos”, ao planeta dos “elysianos”. Mais do que ação, o filme tem uma mensagem política e ambiental, sobre desperdício, meio ambiente e segregação social.

Em Elysium, dois brasileiros participam de forma fundamental. Wagner Moura, pela segunda vez nas telas gringas, é Spider, um cara que tenta, do seu modo, se dar bem na Terra. Um personagem que brinca na linha entre o bom e o mau sujeito. Continua sendo o sensacional Wagner Moura dos filmes daqui. É ele quem manda os imigrantes ilegais para Elysium. Alice Braga, já queridinha de Hollywood, interpreta Frey, a garota que é o grande amor de Max e que tem uma filha que também precisa ser curada. Ela fará o que for necessário para que isso aconteça.

elysium

Além da mensagem política, Elysium é um filme de ação e ficção científica. Muitos tiros, muitos corpos explodindo. Muita violência. Damon ainda tem um quê de Bourne e luta, corre, pula, briga e atira com muita naturalidade. A polícia na Terra e outras autoridades são feita por droides e Elysium é toda controlada por sistemas informatizados cheios de robôs, naves e máquinas que curam.

elysium

O que mais chamou atenção no longa foi o choque de realidade. O planeta Terra, abandonado, de 2154, não é muito diferente do que pode ser visto em várias partes do mundo atualmente. Assim como em Distrito 9, Blomkamp quis priorizar isso: a realidade da pobreza, da segregação.

elysium

O roteiro não é dos mais elaborados, mas não chega a ser completamente previsível. A fotografia e os efeitos especiais do longa são incríveis. Com um elenco de peso, que, além dos já citados, conta com Jodie Foster – com seus 108 anos, que é Secretária de Defesa e cuida da segurança de Elysium com mão de ferro- Elysium agrada visualmente e causa reflexão.

elysium

elysium

Aqui o trailer do filme.

Quem já assistiu, nos dê sua opinião, se não assistiu, assista!

 

Comentários

comentários

About The Author

@SamuelMassotti

“For in dreams we enter a world that is entirely our own. Let them swim in the deepest ocean or glide over the highest cloud.” Um nerd fissurado em tecnologia, um geek declarado. Analista de Sistemas e Programador, que mudou sua forma de ver o mundo, agora um novo blogueiro, with proud. Bazinga Nerds!

Leave a Reply

Your email address will not be published.