Olá refugiados! Depois de falar tanto em espaço, estrelas e planetas, eu me perguntei: Será que estamos sozinhos? Será possível que nosso planeta é o único com vida? Depois de discutir sobre isso com várias pessoas, obtive a mesma resposta:

“Mas é claro que não! O Universo é muito, mas muito grande! Com certeza tem algum outro planeta habitável”.

É nerdaiada…Eu também pensava assim um tempo atrás. Mas descobri que as coisas não são tão simples assim. Vamos comentar aqui uma lista de fatores, que permitiram o desenvolvimento de vida na Terra.

Nós temos um gigante do nosso lado

bunkernerd-estamos-sozinhos-gigante-jupiter

Júpiter é o planeta com maior massa do nosso sistema solar (mais do que todos os planetas juntos), e consequentemente, com maior gravidade. Muitas vezes é chamado de “faxineiro do sistema solar”, pois puxa uma quantidade enorme de corpos que poderiam colidir com a Terra. Júpiter possui uma força de atração tão grande, que quando não consegue destruir os meteoros, altera suas trajetórias.

O interior do nosso planeta não é sólido

bunkernerd-estamos-sozinhos-o-magma-se-movimenta

O magma embaixo da crosta terrestre não é sólido. Tanto que ele se movimenta e é essa movimentação que cria um campo magnético ao redor do planeta. Esse campo protege nosso planetinha do vento solar (milhões de partículas que as explosões solares jogam em direção a Terra). Sem esse escudo, seríamos bombardeados com partículas radioativas o tempo inteiro.

Nós temos um satélite natural

bunkernerd-estamos-sozinhos-funcao-da-luaA Lua cumpre um papel muito parecido com o de Júpiter. Ela nos protege, na maioria das vezes, dos corpos que escapam do nosso vizinho gigante, criando outro escudo contra impactos de corpos que “boiam” pelo Espaço. Mas isso não é tudo! Nós sabemos que a Terra possui uma inclinação de aproximadamente 23o em relação a sua órbita. Porém, se a Lua não existisse, essa inclinação seria de aproximadamente 83o! Ou seja, provavelmente, por grande parte do ano, um dos pólos seria iluminado pelo sol 24h por dia, enquanto do outro lado, seria noite 24h por dia. Isso dificultaria muito o desenvolvimento da vida, uma vez que por metade do ano existiria um calor insuportável e na outra metade, tudo estaria congelado.

Estamos à uma distância perfeita do Sol

bunkernerd-estamos-sozinhos-distancia-do-sol

Toda estrela, seja qual for o tamanho, possui uma zona habitável (representada em verde na imagem). Ou seja, para poder conter vida, um planeta não pode estar nem muito próximo, nem muito longe da sua fonte de calor. Como mostra a imagem, a zona vermelha é muito quente, e a azul, muito fria.

Água em abundância

bunkernerd-estamos-sozinhos-agua-e-vida

Todos nós sabemos que a vida surgiu na água. Depois que as grandes cadeias de moléculas se formaram, começaram a colidir e criar criaturas unicelulares e então evoluíram até chegar nas formas de vida que encontramos hoje. E se não houvesse água? Como é que essas moléculas iriam se movimentar e colidir? Com o vento? Talvez, mas a probabilidade de algo assim seria mínima. Até hoje não sabemos como pode existir uma criatura na ausência de água, afinal… Ela compõe mais de 60% dos nossos corpos.

Sobre a possibilidade de existir vida em outros planetas, pensemos que para um planeta desenvolver e manter vida, ele deve:

  • Ser abundante em água
  • Possuir um ou mais satélites naturais
  • Estar há uma distância perfeita de uma estrela
  • Manter-se em um eixo de inclinação favorável a vida
  • Ter um vizinho gigante, que o proteja
  • Não ser sólido, mantendo um fluxo de magma em seu interior

Então, qual a probabilidade de um planeta ter tudo isso, AO MESMO TEMPO? Pouca. Apenas considerando 5 das condições mais básicas de uma enorme lista. É, as coisas não são tão simples como podemos imaginar, mas sou obrigado a admitir que há possibilidades, afinal, aconteceu com a Terra!

Lembrando o argumento lá no início do post: “O Universo é muito grande, com certeza há vida em algum lugar”. No que vocês acreditam? EU acredito que sim!

 

Escrito pelo soldado: Lucas Merlin

Comentários

comentários

About The Author

Convidado

Convidado especial @BunkerNerd.