Esse fim de semana eu assisti um dos filmes, baseados em jogos, mais sensacional que eu já vi, Halo 4: Forward Unto Dawn. Eu senti nesse filme uma sensação que a muito faltava (em filmes baseados em jogos, claro), aquela vontade de gritar “NOSSA SENHORA, QUE FILME FODA !!!“. Essa era uma discussão que eu tive várias vezes, com amigos meus e também foi tema de um recente Dialodando dos nossos parceiros da Player2Player, o qual nosso querido RenatoEstranho participou.–Aquele filho da mãe roubou meu lugar, MINHA VINGANÇA SERÁ MALÍGNA !!!– filmes de jogos Sempre que um novo jogo tem uma adaptação para o cinema anunciada, uma legião de fãs entra em modo “rage”. Uns choram com a gigantesca possibilidade de o filme acabar sendo uma imensa porcaria –Coff… Resident Evil… Onomatopeia de tosse…–, enquanto outros acreditam no potencial da adaptação. Só que alguns jogos adaptados para o cinema realmente podem se tornar bons filmes, enquanto outros não têm a necessidade de serem feitos.

Eu já vi isso antes !!!

Muitas vezes, ao criar um novo game de ação, desenvolvedores se baseiam em diversas técnicas cinematográficas, isso faz com que alguns games se pareçam com filmes. Um bom exemplo disso é a série Uncharted. A franquia da Naughty Dog já foi anunciada como uma possível nova série de filmes da Sony, o que fez muita gente acreditar que poderíamos ver uma espécie de “Indiana Jones para a geração video game”. Nas primeiras notícias sobre possíveis mudanças na história, os fãs surtaram e falaram mal dos responsáveis pela adaptação, que logo caiu no limbo.–O que é uma idiotice, porque Uncharted é um dos poucos jogos que não necessitam de ter a história do jogo contada e pode ser simplesmente uma aventura com Nathan Drake.– E é esse tipo de reação que mostra o grande problema na hora de adaptar um game para o cinema: os fãs querem exatamente aquilo que viram no game, sem mudança alguma. Isso não é exclusivo dos games, já que qualquer obra adaptada para o cinema vira alvo do críticas de seus fãs, mas as coisas ficam ainda piores quando estamos falando de jogos de video game. Por terem uma narrativa próxima de um filme, acredita-se que basta colocar alguns atores, idênticos aos personagens, para fazer exatamente as mesmas coisas do game e um sucesso do cinema está pronto.–Realmente parece uma fórmula fácil, mas não é. Exceto com Resident Evil, esses filmes são IMPERDOÁVEIS !!!– filmes de jogos Outro jogo da Naughty Dog que também se tornou um dos favoritos entre os fãs para se tornar filme é The Last of Us. O game é realmente envolvente, com uma história e uma qualidade no desenvolvimento de personagens que muitos longas de Hollywood não têm. Não existe necessidade alguma, já que a mudança de mídia não acrescentaria nada à trama. Na verdade, a transição de game para cinema poderia estragar tudo, já que as construções da história e personagens feitas ao longo do game teriam que ser resumidas em, no máximo, duas horas, que é o tempo médio de um filme de Hollywood. –E como eu já tinha comentado com algumas pessoas, eu prefiro que façam 157 filmes com a história bem contada, do que 1, ou uma trilogia, com a história extremamente rasa e sem dar a devida importância ao peso de cada personagem.– Caso o diretor do filme se sentisse obrigado a agradar aos fãs, a adaptação se tornaria um amontoado de referências e cenas que estão lá apenas para fazer um pequeno grupo de pessoas vibrarem de emoção. Uma boa adaptação é aquela que não só consegue dar vida a uma história criada em outra mídia, mas que também consegue surpreender aqueles que já a conheciam. Jogos como Heavy Rain ou Beyond: Two Souls começariam com uma desvantagem incrível caso fossem adaptados para o cinema, pelo simples fato de que já utilizaram a melhor mídia disponível para contar toda a sua trama. Quando os desenvolvedores da Quantic Dream criaram esses títulos, a união de história e jogabilidade foi pensada como uma forma de você ter uma experiência única, que não poderia ser reproduzida de maneira alguma no cinema. –Que, só pra constar EU achei chato pra caramba !!!– O mesmo vale para os games citados da Naughty Dog. filmes de jogos

Isso não faz nenhum sentido !!!

E os jogos que não fazem sentido na hora de serem adaptados ??? A Sony anunciou que produzirá um filme baseado em Gran Turismo. A pergunta que você e provavelmente o resto mundo fez foi: “WHAT ???” O jogo de CORRIDA não traz nenhum elemento que segure um filme. Não existe um modo história, em que você é um jovem corredor tentando alcançar o sucesso, sendo passado para trás, vitimado por um rival sem escrúpulos. É um jogo em que você compra carros e corre. –Mas não é nem na rua, é em pistas fechadas !!! Como assim ???– A impressão que fica é a de que o filme será apenas um longa de ação com carros, totalmente genérico e que terá a marca Gran Turismo para vender mais ingressos. A graça do jogo, o motivo pelo qual ele tem fãs, será ignorada. O mesmo poderia ser falado de uma adaptação cinematográfica de Call of Duty ou Battlefield. Esses jogos contam com um modo história interessante, mas o que trariam de diferente de qualquer outro filme de guerra que foi lançado… desde sempre ??? Outro exemplo, é o filme de Need for Speed. A adaptação tem uma história que parece ser levemente baseada em Need for Speed: The Run, mas poderia se chamar qualquer outra coisa, porém, por ter algumas corridas com carros legais, receberá a marca da franquia da EA para tirar um dinheiro a mais nas bilheterias. –Já existe filme do Need For Speed, chama-se Velozes e Furiosos !!!– filmes de jogos Apesar de tudo, ainda é possível fazer uma boa adaptação de games para o cinema. O já citado Uncharted poderia ser um belo filme de aventura para toda a família. Só que, para esses filmes funcionarem, seria necessário traduzir a sua linguagem para outra mídia, transcendendo a sua narrativa dentro dos games, apresentando algo novo e que faça valer a pena comprar um ingresso de cinema. Da maneira como diversos títulos são desenvolvidos, é quase impossível realizar essa tarefa. A partir do momento em que fãs e cineastas entenderem essa diferença, adaptações de jogos que realmente poderiam proporcionar uma experiência diferente no cinema poderão ser produzidas e se tornar sucessos. Até lá, veremos filmes como a série “Resident Evil”–IMPERDOÁVEL !!!–, “Alone In The Dark”, “Postal” e tantos outros que dão desgosto nos fãs ao estrear nas salas de cinema mais próximas.

E aí galera, vocês acham que é possível fazer um filme, baseado em jogos, descente ou é melhor que parem de tentar, pois a cada filme estragam mais a marca ???

–VINGANÇA !!!– filmes de jogos

Comentários

comentários

About The Author

ArthurAques

Nerd desde criança e gamer desde sempre. Por mais agitado que o dia possa ser, sempre acha uma brecha para se atualizar com as novidades sobre jogos, filmes, séries e quadrinhos. Criado desde pequeno pelo seu pai para ser um fã incondicional de AC/DC, fica feliz quando seus vizinhos curtem música boa, querendo eles ou não.

Leave a Reply

Your email address will not be published.