jogos

Olá.

Antes de mais nada eu quero dizer que neste post eu vou apenas dar a minha opinião de merda humilde opinião a respeito dos jogos dos consoles que neste ano de 2013 vão ficando para trás, depois de cerca de 8 anos de vida!

Na época do lançamento do PS3 e Nintendo Wii, eu estava morando nos Estados Unidos e lembro bem como foi a chamada “revolução no mundo dos games”. O PlayStation e sua poderosa capacidade gráfica e a interatividade do Nintendo Wii. O Xbox 360 já existia, mas a meu ver o foco deste sempre foi o entretenimento online.

jogos playstation 3

De qualquer forma, muita coisa boa surgiu nestes 8 anos (9 para o Xbox). E muita porcaria também!

Eu tive a feliz oportunidade de jogar os 3 consoles desta geração. E apesar de logo ter enjoado do Nintendo Wii, ainda deu para aproveitar um pouco. Então, vou começar por ele… Aqui vai um pouco da minha impressão sobre ele:

É um console legalzinho e divertidinho que enjoa rápido… Próximo!

Não, brincadeira… Haha! 😀

jogos wiiNa verdade, eu realmente joguei pouco. E a opinião que eu pude tirar é que pra você poder tirar todo o proveito que o Wii oferece, você tem que ter irmãos ou amigos que adorem jogar esse tipo de coisa. Porque, vou te contar que é chato demais ficar sozinho na frente da TV abanando o controle pra lá e pra cá, se não tiver alguém pra rir junto com você disso tudo.

Até mesmo o game solo Twilight Princess (da fantástica serie Zelda) ficou chato nessa versão. Sei que existe a opção de adquirir um controle diferente e tudo mais… Mas não me convenceu!

Alguns jogos interessantes:

  • -Wii Sports (que vem junto com o console)
  • -Bleach – Bleach Shattered Blade: que é bem legal, quando você joga com um amigo.
  • -Zelda – Twilight Princess: Aquela coisa. Não dá pra falar mal de Zelda. Mas nesse caso, o que ficou chato pra mim, foi essa coisa de jogar com o sensor de movimento. Zelda é um jogo pra você sentar e ficar horas jogando. E ficar o tempo todo de pé cansa. E ficar sentado, atrapalha nos movimentos.
  • -Mario Kart: mais uma vez um jogo pra ser jogado com os amigos. Mas muito divertido, principalmente com a opção de transformar o controle em um volante.

Terminando o assunto Wii, vamos para o Xbox e PS3.

Como a maioria dos jogos foi lançada para ambas as plataformas, vou falar dos dois ao mesmo tempo. Adquiri o meu Xbox algum tempo depois de ser lançado, durante a faculdade, e a correria toda de trabalhos, provas e tudo mais me impediu de aproveitar o Xbox ao seu máximo na época. Fui aproveita-lo de verdade algum tempo depois de me formar, com o lançamento do game Bayonetta. Quanto ao PS3 tive a oportunidade de adquiri-lo muito tempo depois, no final de 2011. Portanto, vou falar destas épocas em diante.

jogos xbox 360

Bem, o Xbox é um console excelente. Poderoso e com jogos mais voltados para gamers mais viciados, me ganhou mais do que o Wii. Não tenho nem o que dizer do Play. Completo, com placa gráfica e processador potentes, leitor de blu-ray é tudo que um nerd precisa ter em casa.

Eu, particularmente, gosto de aproveitar um final de semana chuvoso, comprar um game novo, pedir uma pizza gigante, um doce bom, uma garrafa de coca cola e esquecer o mundo enquanto me acabo nos botões e imagens do meu jogo novo! E o Xbox e o PS3 me proporcionaram isso.

Eu acredito que o jogo The Last of Us tenha encerrado essa vitoriosa geração de games. É obvio que alguns (bons) games ainda serão lançados concomitantemente com os do PS4 e Xbox One, mas o foco sempre será naquilo que é novidade.

jogos the last  of us

Aquilo que se leva destes dois consoles são games muito consagrados como Madden, Fifa, PES, God of War, Dante’s Inferno, Devil May Cry, Dungeon Siege, Demon Souls, Dark Souls Fable, Gran Turismo, Forza, Dragon’s Dogma, Skyrim, Fallout, Dead Space e tooooooodas as tecnologias que foram surgindo com o lançamento dos jogos. Além de inúmeros outros jogos que eu não me lembro agora, mas são sensacionais.

jogo god of war

Mas existe muita coisa boa escondida por ai. E se você não for se desfazer do seu Play 3 ou Xbox 360, vale muito a pena dar uma conferida.

No Xbox, joguei algumas pérolas como o a princípio infantil, porém belíssimo Eternal Sonata, um RPG  que começa com um sonho e vai nos contando um pouco da historia de Chopin.

Outro game que eu achei sensacional no Xbox (mas também tem no PS3) é o perturbador Catherine, um puzzle-game que parece muito simples, mas ao longo do tempo vai se tornando cada vez mais complexo, exigindo habilidades com os dedos e raciocínio bem rápido.

Sério, esse jogo é perturbador… E não dá pra parar pra pensar!

Disgaea 4, A Promisse Unforgotten… Foi o jogo que colocaram junto com meu PS3 quando comprei. Eu, sinceramente nunca tinha ouvido falar dos outros 3. Mas ainda assim, o jogo merece ser jogado. É um RPG tático muito bom e bem montadinho.

Outro jogo que parece meio infantil, mas que vale a pena o tempo gasto é o Ni No Kuni da Level 5 Games. Mais um jogo que começa infantil, mas vai evoluindo e mostrando uma historia sensacional de amizade e superação. Da pra passar fácil, horas e horas jogando este jogo, evoluindo os personagens e suas habilidades. Acho esse jogo interessante pra quem quer se sentir um mega-viciado, porque ele não é tão difícil de Platinar. Os Trophies do jogo são ‘possíveis’ de se adquirir e manter sua sanidade e vida social. Esse foi o único jogo que consegui platinar e juro que isso faz um bem danado, rpa quem curte jogos: “Eu PLATINEI este jogo, cara…”

Também da Level 5 games temos o White Knight Chronicles e sua sequencia. É um jogo divertido de jogar com um sistema interessante de luta e uma historia que começa meio xoxa, mas vai te conquistando. Muito recomendado pra quem tiver um tempinho sobrando e quiser jogar um RPG anime-style daqueles que vai evoluindo o personagem e tudo mais. Comprei o jogo em uma promoção em uma loja que não nos patrocina, portanto não falarei o nome. Custou R$ 69,90 os dois jogos em um único box. Procure na loja mais próxima de você. (Got it?)

Por fim, termino falando daquilo que não se deve levar para as próximas gerações de consoles:

Os motion-sensors.

Sério, o Kinect e o Move, pra mim, foram coisas que não deveriam ter existido.

O Kinect é completamente errado e impreciso na captura de movimentos, faz você se sentir meio ridículo em não conseguir fazer o movimento de um soco, por exemplo. A coisa mais legal que eu fiz com o meu Kinect foi ficar parado na frente dele e esperar ele criar o meu Avatar da Xbox Live do jeito que eu estava na hora, com direito a óculos, barbinha mal feita e tudo mais. (PARABÉNS Microsoft :D)

E o Move… Bem… Meu move foi aproveitado… Uso ele como webcam! Não tenho muito o que falar dele, pois ele se encaixa na mesma descrição do Nintendo Wii.

jogos

Enfim, tem vários outros jogos que eu queria ter falado e muita coisa que eu gostaria de comentar. Mas esse meu texto já tá gigante e o @renatoestranho logo vai cortar meu espaço aqui, se eu passar a exceder o número de caracteres que ele me permitiu! 😀

Muita coisa nova tá vindo por ai. O Wii U já chegou e apesar de eu ainda não ter conseguido colocar minhas mãos nele, não escutei muito rebuliço por aí, o que de certa forma me deixa feliz, pois o pessoal não costuma gritar pra falar bem. Só pra falar mal.

Logo farei meus esforços ($$$) para adquirir meu PS4 e ver esta prometida revolução no mundo dos games.

Um grande abraço a todos, quem quiser dicas de jogos que ficaram para trás, pode entrar em contato com o Bunker Nerd ou comigo pelo Facebook, que terei o maior prazer em falar e dar minha opinião a respeito dos jogos que eu tive a oportunidade de jogar.

Até a próxima…

Paulo Gomes, o Gamer

Comentários

comentários

About The Author

Convidado

Convidado especial @BunkerNerd.

Leave a Reply

Your email address will not be published.