Ontem à noite tive a oportunidade de ir ao cinema VIP daqui de Curitiba para assistir Malévola.

E o que eu tenho pra dizer a respeito do filme é uma citação de um sábio pensador contemporâneo brasileiro: “Ééééééééé… Maaaaais ou menos, mais ou meeeenos…”




maisoumenosO filme não é ruim. Mas podia ser melhor. Podia ser bem melhor!

Quando eu comecei a ver trailers do filme, eu via batalhas épicas, dragões flamejantes, criaturas fantásticas, Angelina Jolie lutando agressivamente…

Tudo isso está lá no filme. Mas em uma dose tão pequena que te deixa querendo uns 20 minutos a mais de filme.

É um filme relativamente curto, de 1 hora e 40 minutos, mas que podia ter mais coisa.

Visualmente o filme é fantástico. Colorido, bem montado, com efeitos sensacionais e que vale a pena ser visto em 3D. Não é uma obra de arte 3D, mas tem cenas de voo, quedas e lutas que são bem legais de se ver em 3D.

imagem 2

É um filme Disney, afinal de contas. Não sei como essas coisas funcionam por lá. Mas imagino que eles tenham um orçamento quase que ilimitado pra efeitos especiais e coisas do tipo… :p

Fora esse aspecto, digo que a historia me decepcionou bastante. Não pela históia da Malévola, mesmo porque achei muito legal essa desvilanização (Alô, é do dicionário? Queria registrar uma palavra nova!) da bruxa má!

No fim das contas, a Malévola é uma pessoa (fada) boa e pura, que sofreu muitas decepções na vida. E quando resolveu ser boa de novo, sofreu outra decepção.

É a historia do nerd que sofre bullying e foras das meninas, fica grande e bonitão e passa a ser um babaca com todas as mulheres, sabe como?

A gente acaba vendo que ela é mais uma vítima das circunstâncias do que uma bruxa má.

imagem 3

Enfim, no final tem toda aquela história de redenção, a Malévola acaba ajudando a Aurora (Alguém mais sabia que o nome dela era Aurora? Sempre achei que era Bela…) e todos, exceto o rei paranoico e obcecado que acaba se dando mal, obviamente, têm um final feliz!

Isso tudo não me incomodaria, se eu não tivesse visto algumas entrevistas e reviews nos quais as pessoas falam de Malévola como “um filme para adultos que as crianças podem gostar”.

A batalha que acontece entre os Moors (povo fada) e os humanos é sensacional. Ents lutando agressivamente contra humanos… Muito bem feito!

E eu esperava ver um pouco mais disso. Um pouco mais de “epicness”, se é que é possível.

A minha única surpresa positiva do filme, foi a história do beijo do amor verdadeiro, que vou deixar no ar, sem revelar do que se trata, afinal é a cereja de um bolo, que na minha opinião é bem feito e muito enfeitado. Mas pequeno e sem recheio de baunilha.

Então, pra finalizar isso aqui, deixo essa comparação. Malévola pra mim foi um filme muito bem feito, trabalhado e produzido, mas que não chamou a atenção. Não prendeu e deixou algo faltando. Saí do filme sentindo que podia haver algo mais na historia. Eu queria algo mais na história.

imagem 4

Ainda assim, não é um filme para se jogar no lixo.

Se tiver alguns reais que não farão falta e tempo, vá ao cinema assistir. Se não, e se você tiver uma TV 3D, aguarde sair na locadora e assista quando puder. Não é um filme essencial.

Espero que todos se divirtam assistindo o filme e gostem do filme. Afinal, entretenimento é o que vale, quando se trata de um filme desses! J

 

Paulo Gomes, o Humano

Comentários

comentários

About The Author

Convidado

Convidado especial @BunkerNerd.

2 Responses

  1. Diego Gomes

    Acredito que seja uma tendência dos novos filmes justificar que o "mal" seja algo resultado de um problema, fazendo com que as pessoas se coloquem na posição desses personagens e entendam suas ações, como dizia nosso amigo Nicolau Maquiavel, “Os fins justificam os meios”. O mesmo ocorre no filme "Frozen: Uma Aventura Congelante", e provavelmente iremos ver em outros. Isso decorre pois estamos em uma nova fase da humanidade que buscamos entender os porques e não aceitamos que um personagem seja mal simplesmente por ser mal. Abs…

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published.