Salve salve nerdaiada!

Continuando nossa conversa sobre artes marciais, hoje vou falar de uma pessoa que admiro demais! Mas antes de falar dele, preciso falar de algo que ele ajudou a criar e aperfeiçoar: o estilo Wing Chun.wing-shun

Diz a lenda que esse estilo de kung fu foi desenvolvido por Ng Mui, uma abadessa budista (uma espécie de autoridade de certas comunidades religiosas de mulheres), num monastério Shaolin no Monte Sung, na província de Honan. Durante o governo do Imperador K’angshi (Dinastia Ching, que vai de 1662 a 1722), o governo Manchu temeu o crescente poder do Monastério Shaolin e decidiu destruir o templo. Os monges sobreviventes fugiram e se dispersaram, entre eles, estava Ng Mui. Apesar de se refugiar em um Templo Shaolin no Monte Tai Leung, Ng Mui conheceu Yim Wing Chun (Sim, eu sei. Os nomes não estão ficando mais fáceis, mas é assim mesmo.), a filha de um mercador em uma vila próxima. Essa moça estava tendo problemas com valentão local e por isso, Ng Mui a levou sob sua tutela e a ensinou kung fu para que pudesse se defender.

wing-shun-2

Ng Mui conhecia vários pontos fracos presentes em outros estilos de Kung fu Shaolin e com isso ela desenvolveu e ensinou a tal jovem uma nova forma de luta. A tradução do nome desse novo estilo é conhecida como Punhos da Eterna Primavera ou Linda Primavera.

Essa história, que é mais uma lenda (já que não existem documentos que comprovem isso), faz bastante sentido porque até um certo ponto, o estilo Wing Chun era conhecido e desmerecido como “um estilo para mulheres”.

wing-shun-3

wing-shun-4

O Wing Chun se caracteriza principalmente pela velocidade. Os golpes aplicados por um mestre são extremamente difíceis de ver porque se tornam apenas um borrão de pele e roupas (Sem zoeira, é assim mesmo!). Além da velocidade, esse estilo foca boa parte de seus ataques em pontos de pressão e torções, que neutralizam o oponente rapidamente, tirando-o do combate. Uma das sequências mais clássicas do Wing Chun, é composta por uma sequência de golpes aplicados na região do peitoral, seguida de torções nos braços e fortes golpes na lateral do rosto… tudo em aproximadamente 5 segundos!

wing-shun-treino-2

Outro documento diz que um homem chamado Wong Wa Bo, um ator de uma ópera, teria conhecido Leung Ye Tay, que também era um estudante de Kung Fu e tinha aprendido o “Lok Dim Boon Kwan” (Técnica de Bastão longo do Wing Chun) de Gee Shin. Esse último, tinha a fama de ser um dos cinco monges mais velhos Monastério de Shaolin (aquele que foi destruído). Os dois trocaram técnicas e juntos refinaram as aplicações e princípios do estilo. A teoria da linha central, a economia de movimento, entre outras técnicas, nasceram dessas conversas entre os dois.

wing-shun-stance

Leung Ye Tai (o cara do bastão) ensinou o sistema a um Dr. chamado Leung Jan de “Fatsan”, localizada no sul da China. Leung Jan era um farmacêutico de profissão e teve uma vida boa e culta. O bom doutor então tornou-se um lutador de Wing Chun e conseguiu trazer atenção do público para esta arte. Ele passou seus conhecimentos para seus dois filhos: Leung Chun e Leung Bik; e também para um vendedor de rua chamado Chan Wa Shun. Esse último não era culto e educado como seu mestre e teve inúmeras oportunidades para usar suas habilidades de combate, o que o fez assumir 16 discípulos. Seu último discípulo foi um menino de 13 anos de idade. Seu nome era Ip Man!

lee_ipman

Ele é esse velhinho, ao lado do astro e também artista marcial, Bruce Lee.

Ip Man fundou a Hong Kong Ving Tsun (Wing Chun) Athletic Association, em 1968. Essa Associação carrega as memórias e ensinamentos do mestre Ip até hoje.

YipMan-3

Ip Man cresceu e se tornou um policial em Fatsan. Depois estudou com Chan Wa Shun (o ex-vendedor de rua) até a sua morte. Ip Man era mais reservado e não quis abrir seus conhecimentos para o grande público, ensinando apenas seus dois filhos. Durante a Segunda Guerra Mundial, os japoneses invadiram a China e saquearam a fazenda da família de Ip Man (assim como boa parte do país). Em 1949, Ip Man mudou-se para Hong Kong e começou a ensinar Wing Chun para sobreviver. Com o tempo, suas habilidades ficaram conhecidas e ele ficou conhecido como o maior mestre da região de Fatsan.

YipMan2

O motivo de eu admirar muito o mestre Ip Man, não é só porque ele era bom e sobreviveu a ocupação japonesa, mas porque ele foi um ícone de resistência para toda a China!

Após os japoneses ocuparem a China e ocuparem as propriedade de Ip Man, ele foi obrigado a trabalhar com o pouco que era ofertado, meramente sobrevivendo. Sua esposa ficou muito doente e ele ainda tinha os filhos para sustentar. Após resistir a humilhações, mas sem nunca perder a humildade, Ip Man foi convidado a lutar com um general japonês, para “consolidar” a união Sino-japonesa (leia a supremacia do povo japonês).

Ip Man recusou, mas ao ver o sofrimento do povo chinês, engoliu sua humildade e lutou contra o tal general, em uma “cerimônia” oficial, em um ring cercado de soldados e depois, pela população que queria ver o mestre moer a cara do general japonês.

O resultado da luta foi que Ip Man acabou com o general, provando a superioridade das artes marciais chinesas e de sua cultura. Claro que os soldados não ficaram parados assistindo seu superior virar patê e atiraram em Ip Man. Isso causou uma revolta instantânea no povo que assitia a luta, que foi para muitos, o começo da resistência da China para a ocupação japonesa.

Além de seus dois filhos, Ip Man teve muitos alunos famosos, incluindo Bruce Lee (Lee Jun Fan), Wong Shun Leung, Hawkins Cheung, Tsui Sheung Tin, Moy Yat, e William Cheung. Por volta de 1970 Ip Man parou de ensinar. O mestre Ip faleceu em 1972 com 72 anos.

wing-shun_ipman-brucelee

Por ter essa paixão por artes marciais e por admirar muito histórias como a do mestre Ip Man, ele será sempre uma figura de extrema admiração para mim! Um exemplo de vida, no mais completo sentido da frase! =D

Para quem ficou curioso ou empolgado, sabia que existem academias oficiais de Wing Chun aqui nas terras tupiniquins! Aqui em Curitiba/PR, temos a Wing Chun Kuen Brasil (que também possui academia em São Paulo/SP), a Scorpion Wing Chun, e a International School of Wing Chun and Kak Kan Chun. Existem outras, mas essas eu conheço por recomendação! ;^D

Também deixo a dica de um filme, que para mim é um dos melhores filmes de artes marciais que existem. Com o mesmo nome do mestre, Ip Man (O Grande Mestre) é um filme emocionante e muito bem produzido. A trilha sonora é fantástica e as coreografias e lutas são espetaculares! O ator, Donnie Yen, ficou extremamente feliz por poder viver o grande mestre nas telonas. Donnie Yen é um dos melhores artistas marciais da atualidade (ele também é mestre de Bo – Bastão Longo ou Vara), sendo reconhecido como mestre e participando de diversas apresentações e eventos de artes marciais pelo mundo.

ip_man_donnie_yen

Uma apresentação de Donnie Yen:

Melhores cenas de luta do filme Ip Man:

Donnie Yen versus Bruce Lee (3D ficção):

Fica então, mais uma dica para vocês, refugiados!

 

Daniel Keller, o discípulo

 

Comentários

comentários

About The Author

Daniel Keller

"Far over the misty mountains cold, to dungeons deep and caverns old. We must away ere break of day, to seek the pale enchanted gold…" Sobrevivente e acumulador de histórias, desbrava o mundo através da imaginação e da criatividade. Designer por escolha e redator por sorte do destino, busca a vida perfeita. Longa vida à Nação Nerd!

Leave a Reply

Your email address will not be published.