Bom dia povo nerd que acompanha este blog! Voltei com mais um post científico e desta vez, vamos falar sobre um assunto de 1969 que hoje em dia, ainda é muito discutido: Será que o homem realmente foi à Lua?

Tudo isso começou quando surgiram certos questionamentos sobre os vídeos e fotos divulgados pela NASA. Então separei alguns deles para analisarmos um por um.

1 – Se eles foram até a Lua em 1969, porque nunca mais fizeram isso?

o-homem-foi-a-lua--1

Sinceramente este é um dos argumentos mais fracos que encontrei. Não só porque não comprova a farsa, mas também pelo fato de que os EUA realizou 6 missões até a Lua:

1a – Julho de 1969 – Missão Apollo
2a –  Novembro de 1969 – Missão Apollo 12
3a – Fevereiro de 1971 – Missão Apollo 14
4a –  Julho de 1971 – Missão Apollo 15
5a – Abril de 1972 – Missão Apollo 16
6a –  Dezembro de 1972 – Missão Apollo 17

2 – Quando os astronautas colocam a bandeira no solo, ela ondula, mas não há vento na Lua

o-homem-foi-a-lua--2

Este argumento até me fez pensar por certo tempo, mas pesquisando um pouco, descobri que ela pode ondular sim! Ao finca-la no chão, o impacto faz o movimento começar. E como os próprios céticos disseram, não há ar na Lua. Logo, não há resistência! Isso faz com que a bandeira balance por muito mais tempo antes de parar completamente (o que provavelmente foi tempo suficiente para tirarem as fotos). Inclusive, alguns testes já foram feitos em uma sala ser ar e o resultado foi idêntico. Lembrando que a parte superior da bandeira possuia um suporte para mantê-la na horizontal, ou seja, ao parar, ela não fica apontando para baixo.

 3 – As rochas trazidas pelos astronautas, são iguais as encontradas na Antártida

o-homem-foi-a-lua--3

Realmente é um pouco suspeito, mas não vejo problemas em as rochas da Lua serem iguais a algumas encontradas aqui na Terra. Afinal, existe algum motivo para elas serem diferentes? Devemos lembrar que a Lua é um grande pedaço do nosso planeta, e um dia já fez parte dele. A verdade é que ninguém tem 100% de certeza sobre isso.

A teoria mais aceita e que 99% dos cientistas acreditam, é que há muito tempo um meteoro acertou a Terra e arrancou uma pedaço dela (que é a Lua). Com o tempo e com a ação da gravidade, ambos ficaram esféricos, disfarçando o esse acidente ancestral.

4 – As pegadas deixadas pelos astronautas são perfeitamente preservadas, como se fossem feitas em areia molhada

o-homem-foi-a-lua--A

Se pensarmos que na Lua não há vento, humidade, ou qualquer outro fator que fizesse as partículas de poeira se mexer, o que faria? Exatamente! NADA! É de se esperar que as pegadas continuem lá até que algum impacto ou movimentação intensa o suficiente as modifiquem. As pegadas em areia molhada aqui na terra se preservam bem, justamente porque a humidade faz com que a areia resista melhor às forças externas.

5- Nenhuma cratera pode ser vista no vídeo ou nas imagens

o-homem-foi-a-lua--D

 

A Lua, pode ser menor do que a Terra, mas ainda assim é enorme! Com certeza ainda existem espaços sem crateras, até porque muitas delas, com o tempo, desaparecem com outros impactos que ocorrem por perto. Outra coisa: De que tamanho são as crateras na Lua? Por não ter atmosfera, os asteróides não reduzem sua velocidade antes do impacto, e também não diminuem de tamanho porque não há atrito com o ar. Portanto, o impacto é muito maior do que imaginamos, formando crateras muito, mas muito grandes! É possível que o vídeo tenha sido feito no interior de uma delas!

6 – As sombras apontando para direções diferentes

o-homem-foi-a-lua--B

Este é um dos argumentos mais fortes que os céticos utilizam, mas também possui uma explicação. A superfície da Lua é totalmente irregular. Isso causa uma alteração no tamanho e formato das sombras, dependendo do ângulo. De acordo com testes realizados com miniaturas colocadas em cima de uma caixa de areia, o mesmo resultado pode ser obtido ao se posicionar a câmera em um ângulo específico.

 

7- Não há chama saindo da nave quando ela decola

o-homem-foi-a-lua--E

A combustão da mistura dos gases utilizados é completamente incolor. Por não enfrentar a resistência do ar, os gases se espalham de forma tão rápida, que mesmo que fossem visíveis, não poderiam ser capturados pelas câmeras.

8 – Outro problema com sombras

o-homem-foi-a-lua--C

Mas o que?! Um Astronauta perfeitamente iluminado, mesmo que completamente posicionado na sombra da nave? Isso parece impossível, mas não é.  O solo lunar é muito claro e apresenta uma enorme reflexão (não é a toa que ilumina a Terra durante a noite). Por isso, ao receber toda essa iluminação do chão ao redor da nave, o astronauta pode ser visto mesmo que esteja completamente na sombra.

Bom, além de toda essa lista, ainda há uma grande lista que sustenta o fato do homem ter ido à Lua, como por exemplo:

  • Os EUA não teria anunciado tantos fracassos, como as mortes dos astronautas por exemplo, se eles simplesmente tivessem gravado um vídeo;
  • Na Lua, qualquer um pode escutar as conversas de rádio e os próprios russos acompanharam as conversas entre os norte-americanos;
  • Na NASA, trabalharam tantas pessoas no projeto, que seria impossível manter isso escondido de todo mundo;
  • Satélites, hoje em dia, podem fotografar objetos deixados na Lua;
  • Alguns espelhos foram deixados na Lua para que pudessem refletir um feixe de luz, o que permite calcular a distância do Satélite até a Terra.

Então, você acredita que o ser humano já pisou na Lua?

E para aqueles que desejam dar uma conferida no vídeo:

Comentários

comentários

About The Author

Convidado

Convidado especial @BunkerNerd.