Salve salve nerdaiada! Hoje estou aqui para trazer mais uma experiência de vida pra vocês. Ok! É da minha vida, mas as vezes pode servir pra alguma coisa! =D

Esses dias eu estava tranquilo lá em casa, quando meu celular apita, informando uma notificação do Facebook. Eu olho e vejo que é algo vindo de um amigo com quem dividi apto há uns bons anos atrás. Meu amigo Thiago (também um refugiado aqui do nosso bunker) parou para contar em quantos lugares já morou e chegou a marca de 14 locais diferentes. Thiago, Alisson e eu dividimos algumas boas risadas durante um período, num ape lá no Ed. Princesa Grace! xD

Eu compartilhei dessa “vida de cigano” por muitos anos, desde que vim morar sozinho aqui em Curitiba/PR. E vou dizer uma coisa pra vocês: não é fácil não! Pensando nisso, e também depois de ter ouvido a sugestão do Thiado de escrever algo sobre, trago um pouco do “caminho das pedras” pra aqueles que também compartilham desse estilo de vida (ou que pensam em se aventurar pelo mundo).

OS 5 MANDAMENTOS DO NERD ANDARILHO

1 – Morarás em pensionatos (mas não por muito tempo)
Sério galera! Pensionato é fod#! Não é uma opção, é um quebra-galho! Antes que chovam pedras sobre mim, reforço que essa é uma opinião pessoal, mas eu acredito nela fortemente! xD

nerd-adarilho--1

Passei por situações que não desejo pra ninguém então, isso aqui é um conselho. É muito difícil você acertar em um pensionato. Muitos desses lugares postam fotos maravilhosas em seus sites, mas quando você chega ao local, descobre que não é bem daquele jeito e aí pode ser tarde porque você pode não ter para onde ir ou com quem ficar (como foi o meu caso).

Existem pensões que quase dá para comparar com Hostels, mas como eu disse, é complicado de confirmar a qualidade do lugar sem visitá-lo antes.

Para vocês terem uma ideia, eu morei em uma copa (aquele lugar anexo a cozinha, pra quem não conhece o termo) porque quando cheguei no pensionato, a dona aumentou o valor do quarto que havíamos fechado porque tinha poucos hóspedes e eu, que não tinha grana e nem nada a ver com isso, tive que ficar no pior lugar da casa porque não tinha para onde ir.

nerd-adarilho--2

Portanto, se você optar por ficar em um pensionato, tente ver como é o lugar antes. Se alguém te recomendar, melhor ainda, mas não vá contando com a sorte. Ela pode não estar lá! Pensionato é curto prazo! Você não tem privacidade e tudo é comunitário e isso, a médio prazo, é enlouquecedor!

A dica final é para as gurias, meninas e mulheres: cuidado com os Pensionatos para Moças! É comum que esse tipo de “título” seja para disfarçar lugares realmente ruins para as mesmas, se é que me entendem.

2- Sábia escolha, é dividir com aquele que sabes o que vives
Isso é a mais pura verdade! A melhor pessoa para dividir um apê ou montar uma república, são amigos e/ou colegas que vivem uma situação parecida com a tua. Nada melhor do que encontrar um grupo de andarilhos parecidos com você! 😉

nerd-adarilho--3

Sim! Essa é uma condição que todos sofrem! Louça suja!

Encontrando uma galerinha que pense parecido com você ou que tenha necessidades parecidas, facilitará o convívio. Mas um é importante dar um alerta: república é bagunça! Não há exceção! xD

Por isso, é muito legal trocar uma ideia com as pessoas com quem você gostaria de dividir a casa ou apto para criarem algumas regras porque do contrário, pode virar um verdadeiro inferno! Todos tem suas manias, horários, necessidades e frescuras particulares. Conversar e chegar a um acordo fará muita diferença no convívio de todos. Grandes amizades podem surgir dessas condições! 😉

nerd-andarilho--4

Muitas risadas surgem nas lembranças dessa época! xD

3 – Conhecerás a tua morada!
Isso faz muuuuuita diferença! Um bom andarilho conhece os melhores caminhos e atalhos!

Conheça a sua rua, o seu bairro e a cidade em que você mora. A pior coisa que tem, é se sentir perdido e/ou com medo. É um desafio e tanto morar sozinho, ainda mais se você REALMENTE estiver sozinho, sem parentes ou amigos.

nerd-andarilho--5

nerd-andarilho--6

Não conhecer a cidade é um desafio a parte (também passei por isso quando me mudei para Curitiba).

4 – Tornarás o outro teu amigo (e o amigo do amigo também)
Amplie seus contatos! As vezes, mudanças também implicam em algumas perdas. Com a distância, fica mais difícil manter antigas amizades. Morar em uma cidade estranha ou mudar-se de cidade ou estado, implica em conhecer pessoas novas!

nerd-andarilho--7

nerd-andarilho--8

Não deixe de estreitar laços! Curta seus novos amigos, colegas de faculdade ou vizinhos! Amizades verdadeiras e duradouras podem surgir nas situações mais estranhas. Quando se tem amigos, nunca se está realmente sozinho! 😉

5 – Não desistirás!
Essa é minha dica final! Sempre existem dificuldades e muitas vezes chegamos ao ponto de perdermos as forças e pensamos em desistir. NÃO DESISTA! Não importa o quanto a situação parece complicada, insista! A vida não é uma linha reta, mas sim um emaranhado de vários caminhos.

Você pode começar por um caminho e mudar sempre que quiser! Sempre existe uma solução pra tudo! Quando se encontrar em uma situação difícil, não procure problemas, “por ques” e “e ses”. Procure soluções! Peça ajuda! Mas nunca desista!

Eu quase desisti algumas vezes e sempre tive pessoas que me ajudaram (e nem sempre de maneira positiva). Aprendemos muito mais com os nossos erros do que com acertos e acreditem, quando você acerta depois de errar, você acerta MESMO!

Esses são alguns dos passos para alguns dos caminhos! Existem muitos outros! E você é o único que pode decidir quais seguir! Boa sorte a todos os andarilhos nerds! Que a força esteja com você e lembrem-se: Não esqueça a usa toalha!

nerd-andarilho--9

E, acima de tudo, seja feliz! 😉

Daniel Keller envia um grande abraço a todos os amigos, colegas, vizinhos, professores, espíritos e estranhos que o ajudaram (e que ainda ajudam) durantes todos esses anos!

Comentários

comentários

About The Author

Daniel Keller

"Far over the misty mountains cold, to dungeons deep and caverns old. We must away ere break of day, to seek the pale enchanted gold…" Sobrevivente e acumulador de histórias, desbrava o mundo através da imaginação e da criatividade. Designer por escolha e redator por sorte do destino, busca a vida perfeita. Longa vida à Nação Nerd!

Leave a Reply

Your email address will not be published.