Barão de Münchausen: Imaginem alguém capaz de viajar sobre uma bala de canhão, ou então uma pessoa capaz de subir até a Lua apenas com uma corda e ainda por cima conseguir voar com o auxilio de patos! Este, meus companheiros de batalha, é um homem conhecido como Barão de Münchausen, o maior mentiroso de todos os tempos.

IMAGEM 01

Karl Friedrich Hieronymus Von Münchhausen, nascido na Alemanha (depois falam que meu nome é complicado…) foi um senhor rural, daí o título, que acabou entrando para o exército russo e participou de duas campanhas contra os turcos (na época, por volta de 1750, aquela região estava em conflito – não que isso tenha mudado muito, é claro). Mas o interessante é que após seu retorno do campo de batalha ele vinha com histórias absurdas, fantasiosas e muitas vezes impossíveis! A mais famosa foi quando, em campanha, o Barão de Münchausen se viu no meio de um pântano afundando sem perspectiva de sair dali ou qualquer companheiro para ajudá-lo. Sem mais demora o grande herói teve a brilhante ideia de se puxar para fora do pântano pelos próprios cabelos. Isso mesmo! O Barão conseguiu se “auto salvar” se puxando pelo próprio cabelo! O fogo é que ele estava a cavalo e puxou o cavalo junto! Sério, beleza então, ter força de puxar a si mesmo para fora do pântano pelo cabelo “tranquilo, qualquer um faz!“, mas puxar o cavalo junto? A vá! Tá me zoando?!

IMAGEM 02

Foram tantas histórias malucas que Münchausen contou que sua fama de mentiroso se espalhou rápido e todos o conheciam como aventureiro fantástico até que um dia, em 1785, Rudolph Erich Raspe, um jornalista inglês, escreveu um livro relatando as anedotas com o nome: “As Aventuras do Barão de Münchausen” (você ainda pode encontrar esse livro em qualquer livraria e sério, VALE MUITO A PENA!), e como quem conta aumenta um conto, Rudolph deixou algumas histórias mais “heroicas” ainda, tanto que o próprio Münchausen comentou afirmando que aquilo era mentira! Imaginem o nível das histórias para o cara que subiu até a LUA!!! Usando apenas uma corda de dois metros, dizer que era mentira?! Mas o fato é que Rudolph simplesmente imortalizou Barão de Münchausen, não apenas como o maior aventureiro do mundo, mas também como o maior mentiroso de todos os tempos.

IMAGEM 03

O Barão de Münchausen tinha várias histórias fantasiosas, que obviamente as pessoas não acreditavam e que deixam qualquer história de pescador no chinelo, mas uma coisa é certa,  a criatividade delas e a maneira de contar são invejáveis à qualquer bardo de RPG (quer jogar de bardo? Leia esse livro cara, você vai arrasar nas encenações!), um estilo nonsense de escrita ao nível de Alice no País das Maravilhas (Lewiss Caroll fica pra próxima galera, esse era outro doido) ou das pinturas de Salvador Dali, que inspira as nossas próprias histórias.

Em 1943 foi lançado um filme sobre o Barão: “The Adventures of Baron Münchausen”. Esse sim é difícil de achar, mas em 1988 outro filme com o mesmo nome foi lançado (tem até a Uma Thuman de Afrodite “Seafood”).

IMAGEM 04

 

Basicamente é uma compilação de algumas histórias do livro de Rudolph, e como é uma produção dos anos 80 não tem toda aquela produção moderna que vemos hoje em dia, mas é muito divertido, vale a pena pelo menos dar uma olhada no filme pra poder conferir mais sobre o Barão de Münchausen!

Ramses Sohn

Comentários

comentários

About The Author

Convidado

Convidado especial @BunkerNerd.

One Response

Leave a Reply

Your email address will not be published.