Olá meu povo? Esses dias, nosso caro general Daniel Keller enviou para mim uma missão nada impossível:

Thay, leia este livro “Limbo” e resenhe!

Juro, foi bem assim. Brincadeira! Hehehe! Bora pra resenha?!

bunkernerd_resenha oficial_livro_LIMBO-de Thiago d-Evecque_livro“Limbo” se encaixa na categoria fantasia/ficção (meu gênero favorito, diga-se de passagem) e conta a história de um espírito que está condenado a um sono eterno no limbo, e é obrigado a acordar por uma voz misteriosa.

Tá mas o que tem de legal nessa história?

Pra começar, não fica claro quem é esse espírito e, para piorar, ele não se lembra de quem é.

Como assim, um espírito com amnésia?

Sim e esse é um dos grandes conflitos do livro. Voltando a  história, a voz ordena que ele encontre 12 almas para retornar a Terra. Por quê? Leia o livro e descubra! 😉

“Limbo” é um livro curto, o que é uma pena. Apesar disso, o livro tem muito ritmo! Se não ler com atenção é capaz e perder algum detalhe importante. O enredo é muito bom e o autor não deixa pontas soltas. O livro é escrito em primeira pessoa e a linguagem é direta, embora algumas vezes o personagem descreva os locais por onde passa de uma forma detalhada, quase que poética.

O autor Thiago d’ Evecque não entrega o jogo da trama por completo, sendo essa justamente uma das formas que encontrou para prender a atenção do leitor. Além disso, é possível perceber a personalidade, gostos, opiniões sociais e ideologias presentes em sua obra – o que só aproxima mais ainda leitor e autor.

O que mais fez com que eu me identificasse com o enredo foram às referências com histórias, mitos, jogos e animes já conhecidos. Devo dizer que, em um momento, achei uma dessas referências e me rachei de rir (se você gosta de animes, saberá por que). Outra característica muito interessante de “Limbo” é que mesmo que o leitor não conheça uma ou mais referências, irá entender o livro. Thiago d’ Evecque conseguiu criar a história de forma que não o leitor não necessite de um conhecimento prévio. Descrito isso, sugeriria a censura indicativa para a faixa etária de 12 a 17 anos.

Quando cito as referências do autor, não falo só das aventuras que os personagens sofrem, mas também de como a estrutura da história foi montada –  e acredito que Thiago d´ Evecque fez isso de modo proposital. É como se uma nova fase de um jogo fosse liberada a cada nova alma adquirida, aonde perder não é uma opção e a cada fase, há uma história, um conflito e um ganho.

Não posso deixar de citar o alívio cômico empregado pelo autor e que fez toda a diferença para a história. Não posso também deixar de citar o final, pois me surpreendeu. Além de bem desenvolvido, chega a emocionar (pelo menos os  românticos de plantão como eu)! Aliás, foi surpreendente, já que eu esperava outro final.

Momento tensão: Bora!
Senti falta de algum complemento para a história, além de mais páginas (Claro! Quando se lê uma boa história, o que você deseja é que nunca termine!), pois foi uma história muito rápida. É assim: começa a ler… se vicia na trama…e tchau… mas já? Lágrimas!

Talvez o autor pudesse ter dado mais profundidade aos conflitos internos do personagem principal. Também senti falta de um inimigo… não que essa seja uma história de heróis, mas acho que alguém que estivesse prejudicando o personagem daria mais “tempero” ao enredo. Também creio que poderia ter trabalhado mais no alívio cômico do livro (há uma brutal diferença do início da história para o final). Claro que todos esses toques devem ser em doses pequenas, para não deixar de lado o verdadeiro significado do livro.

OBS: “Limbo” tem em torno de 166 paginas e só se encontra em formato virtual.

Mais informações sobre o livro e o autor:
https://www.facebook.com/devecque
http://www.skoob.com.br/livro/513869ED520429
https://instagram.com/devecque/

Estante do Skoob do autor:

https://www.skoob.com.br/usuario/9606-thiago
http://pequenosdeuses.com.br/sobre/

 

Pessoal, é isso! Espero que gostem da resenha. Como é um livro rápido, preferi não correr fazer uma resenha muito grande, para não ter spoilers.

 

Por Taynara Siqueira

Comentários

comentários

About The Author

Convidado

Convidado especial @BunkerNerd.