Olá pessoal! Eu aposto que muitos dos nossos refugiados de plantão tiveram alguns “nerdgasmos” quando a Netflix liberou todos os treze episódios da nova série da Marvel: Demolidor (Daredevil). Só no primeiro dia eu assisti a nove dos treze episódios e acho que cheguei perto da verdadeira felicidade nerd durante esse tempo.

bunkernerd_serie_Demolidor-Netflix_review_1

Certo, deixando as brincadeiras de lado, eu decidi fazer uma avaliação da série em diversas áreas e apresentar minhas opiniões sobre ela. Primeiramente, devo admitir que o Demolidor sempre foi um dos meus personagens preferidos da Marvel e eu, sinceramente, não achei o filme com Ben Affleck tão ruim assim… bem, vamos ao trabalho!

O enredo
Tudo começa com Matt Murdock (Charlie Cox), a.k.a Demolidor, e seu eterno parceiro Foggy Nelson (Elden Henson) abrindo seu escritório de advocacia na Cozinha do Inferno, clássica localização do personagem. Sua primeira cliente é a jovem Karen Page (Deborah Ann Woll), acusada por um homicídio que não cometeu. Após salvar Karen como advogado e vigilante (fazendo uso dos poderes adquiridos quando produtos químicos foram despejados em seus olhos quando criança), Karen passa a trabalhar para a firma.

Logo é revelado que diversas facções do crime organizado de Nova York se uniram sobre uma única bandeira: o misterioso Wilson Fisk (Vincent D’Onofrio), o maior vilão do Demolidor: Rei do Crime. A trama se desenvolve com o Demolidor tentando derrubar o império criminoso de Fisk enquanto este tenta consolidar seu poder nas ruas da Cozinha do Inferno.

Contando com a ajuda de personagens clássicos como Ben Urich (Vondie Curtis-Hall) e a enfermeira Claire Temple (Rosario Dawson), Matt irá limpar as ruas da praga do Rei.

bunkernerd_serie_Demolidor-Netflix_review_cartazes

Os detalhes
A série não conta só com os personagens clássicos, mas também faz referência a diversos outros que não apareceram. Matt fala espanhol na série e Foggy  revela, em um flashback, que a razão disso foi uma jovem grega que fazia a aula e pela qual Matt desenvolveu sentimentos, ou seja, a Elektra. Também são citados Crusher Creel, o Homem Absorvente e o Gladiador. O Coruja, Melvin Owlsley, também aparece, mas não como o vilão com tema de pássaro.

Por que assistir?
A série surpreende por uma razão bem simples: ela é recomendada apenas para maiores de 18 anos, pois conta com diversos momentos de extrema violência. Sério, no primeiro episódio em que Fisk aparece, ele já mostra como lidera o seu império criminoso com mãos de aço. Fora o grande número de palavrões ditos durante a série (o que na verdade nem me incomodou), mas sempre existem aqueles puritanos que falam que super-heróis não podem falar po###.

Outra coisa interessante é que a série se passa no mesmo universo que Vingadores, ou seja: enquanto Matt Murdock está combatendo o crime nas ruas de Nova York, Tony Stark e Steve Rogers salvam o mundo como Vingadores. Na maior parte do tempo, você sequer se lembra disso, pois a série mostra que apesar de tudo, as lutas dos heróis maiores (Vingadores) não afetam as pessoas comuns. Isso é exatamente o que o Demolidor é: um herói mais próximo dos leitores, com o qual podemos nos identificar, do mesmo jeito que Homem-Aranha e Luke Cage (convenhamos, Tony Stark é um bilionário e Steve Rogers é o símbolo de um país).

bunkernerd_serie_Demolidor-Netflix_review_2

Primeira impressão
Contando com ótimas atuações e cenas de lutas fantásticas (como a que acontece no final do segundo episódio), a série cativa os fãs mais veteranos e até mesmo aqueles que nunca ouviram falar do personagem (deve ter gente que mora embaixo de uma pedra). Some a isso às óbvias inspirações das histórias de Frank Miller, escritor de Sin City, Batman: O Cavaleiro das Trevas e 300, e você têm em mãos uma obra de arte.

Algumas coisas chamaram minha atenção quanto a série:

  • Matt não usa o famoso uniforme vermelho logo de cara e só passa a se chamar Demolidor no final.
  • Ele também não começa usando seus famosos bastões, só adquirindo-os mais tarde.
  • Outra coisa é que Ben Urich trabalha para o Clarim Diário nas HQs, mas como na época que a série foi filmada os direitos de usar o Clarim ainda eram da Sony (antes do acordo com a Marvel), Ben passou a trabalhar para o Boletin de Nova York.

bunkernerd_serie_Demolidor-Netflix_review_3

Conclusão
Minha conclusão final desse review: é uma ótima série e ficou muito mais fiel ao personagem que outras produções. O que me deixa ainda mais empolgado é que a Netflix ainda têm mais duas séries no Universo Marvel: Heróis de Aluguel, com Luke Cage e Punho de Ferro (com Terry Crews já confirmado para o papel de Luke Cage), e uma série focanda em Jessica Jones, a atual esposa de Cage nos quadrinhos e que já foi uma detetive com superpoderes.

 

Vale a pena assistir a ela e vibrar pela futura segunda temporada, na qual o diretor comentou querer colocar Elektra e Mercenário.

 

Por Caio De Paula

Comentários

comentários