HOWDY HO, refugiados! Hoje, depois de 2 meses do lançamento do jogo “South Park: The Stick of Truth”, venho fazer um breve review desse jogo que não posso poupar elogios e desenvolvido pela Obsidian Entertainment, responsável por ótimos jogos como Neverwinter Night 2, Star Wars: Knights of the Old Republic II e Fallout: New Vegas.
StickOfTruth-01
Para quem não sabe ou nunca viu, South Park é uma série de animação definida como surreal, cruel e satírica em virtude de seu humor negro (muitas vezes bastante pesado) que tem como tema principal o modo de vida americano. Porém, diferentemente de Simpsons, as piadas ali não têm limites. Os episódios giram em torno de quatro crianças, Stan, Kyle, Eric e Kenny.
StickOfTruth-02
Falando sobre o jogo, “Stick of Truth” não passa de um gigantesco episódio de South Park no qual você faz parte de tudo que está acontecendo e com a presença de todos os personagens importante da série. No jogo, você assume o papel da criança nova da vizinhança, que, obrigado por seus pais, sai para fazer novos amigos e acaba fazendo parte da guerra entre os humanos e os elfos pelo controle do Bastão da Verdade, pois quem possuir tem o controle do universo.
StickOfTruth-07
E é claro, que por se tratar de South Park, a história não se resume apenas a essa batalha. Vacas-Zumbis Nazistas, Al Gore, sondas alienígenas anais, Gnomos que roubam roupas de baixo, mendigos, viciados em anfetaminas, são apenas algumas das bizarrices que você irá encontrar nesse jogo.
StickOfTruth-03StickOfTruth-06
E é claro, que como todo jogo de RPG, você terá que escolher uma classe. São quatro opções: Guerreiro, Mago, Ladino e Judeu, sim você leu certo, judeu é uma classe! E também poderá escolher seu nome, porém isso pouco importa, pois você será chamado de “Douchebag” (babaca, idiota, imbecil)!
StickOfTruth-08
Ainda, outra coisa sensacional são as invocações. Em jogos de RPG, você invoca espíritos do fogo, terra e ar, dragões poderosos, em Stick of Truth, você consegue quatro invocações: Mr. Hankey, que joga um tsunami de cocô nos seus inimigos, Mr. Slave, que engole seus inimigos pelo buraco errado (sim, isso mesmo), Tuong Lu Kim, o chinês que do restaurante que se veste de samurai, e Jesus, que aparece com uma metralhadora e senta chumbo nos seus inimigos.
StickOfTruth-09
Quanto à jogabilidade, o jogo não passa de um RPG baseado em turnos, como os jogos clássicos da série Final Fantasy, porém isso não quer dizer que as batalhas não sejam extremamente divertidas. A maior parte das lutas podem ser evitadas, como, por exemplo, peidar em uma chama acesa para explodir seus inimigos. A exploração do cenário também é bastante divertida, e com um sistema de “fast-travel” (TIMMMYYY!!!) não se torna cansativa, especialmente pelo fato de South Park ser bastante pequena. Os gráficos? Bom, os gráficos são exatamente um episódio de South Park!
StickOfTruth-04
Dando um veredito final, o jogo é excelente e extremamente divertido. A história é hilária, porém é necessário ter em mente que “Stick of Truth” está longe de ser um jogo infantil e que tem uma quantidade imensa de humor negro, o que pode ser ofensivo para muitas pessoas, porém exatamente como era esperado de South Park.

E com isso me despeço… “SCREW YOU GUYS, I’M GOING HOME”!

Comentários

comentários

About The Author

Convidado

Convidado especial @BunkerNerd.

Leave a Reply

Your email address will not be published.