Se não tem programa para a sexta-feira a noite e está com vontade de pegar aqueeeeela fila pra ir ao cinema, a sugestão é definitivamente a estréia (maldita seja essa nova ortografia) estreia de hoje: ROBOCOP!

Tanto para os fãs do orginal de 1987 quanto para aqueles que nunca ouviram falar do robô-humano em que planeta você vive? creio que é um filme que vai agradar. Não super lembro do original (é mais velho que eu, já devia estar na Sessão da Tarde quando eu comecei a me conhecer por gente!) mas dá pro gasto a comparação eu acho….

Bem, me lembro de um RoboCop meio dark, com cara de malvado, um filme escuro e pesado, cheio de sangue e violência (alguém se pronuncie sobre isso, confere ou é minha imaginação de criança?). Esse Robocop remake, que pra quem não sabe é dirigido por um brasileiro, o Sr. José Padilha, é mais clean, mais sofisticado, com um toque de Transformers e menos sangue.

A historia é legal, na medida certa entre ação e draminha (ao contrário de Gravidade que é um LIXO! (post 1)pena que nem todos pensam assim e não sabem o que falam (post 2)), entre tiros e story-telling. O drama está lá, misturado na historia e diluído em todas as cenas, você vai ao cinema ver um filme de ação policial e é isso que vê (ao contrário de Gravidade…. não fui ao cinema pra ver a Srta. Bullock se espalhando em lágrimas no espaço!!!)

Senti falta daquela pistola emblemática do Robocop, nesse remake ele ganha um Taser para se divertir 🙁
e senti falta também do vilão, é praticamente o terceiro pano de fundo do filme, ele poderia ter ganho mais maldade, mais caracterização, mais tempo na telapara poder fazer o público odiar o cara. Tudo o que senti por ele é pena, pois tem uma cara de “quero ser galã mas não tomo banho e meu cabelo é feio”.

A atuação do pessoal é fantástica, mais do que eu podia esperar pra falar a verdade, nota 11! Talvez também tenha ficado a desejar um pouco nas cenas finais, faltou um combate maior, uma sequência maior de ka-boooooom! Mas ah, o filme todo é bom, no geral, no mínimo uma nota 8 nosso “RoboCop Remake de diretor brasileiro” merece!

 

 

 

 

Comentários

comentários

About The Author

MeninaSal

Scissors cuts paper, paper covers rock, rock crushes lizard, lizard poisons Spock, Spock smashes scissors, scissors decapitates lizard, lizard eats paper, paper disproves Spock, Spock vaporizes rock, and as it always has, rock crushes scissors. - Um dia você ainda aprende.

Leave a Reply

Your email address will not be published.