E ai nerds refugiados! Trago uma indicação de série que pode agradar alguns fãs do “clássico” filme de terror estilo slash. Pelo título, você pode ter pensado no extinto programa Pânico que passava na Rede TV, mas não é isso, estou falando da série Scream da MTV. A série baseada na franquia de filmes de mesmo nome, conhecido como Pânico no Brasil .

bunkernerd_serie_Scream_2

Uma rápida explicação para aqueles que não conhecem os filmes
Em 1996 foi lançado Scream (Pânico) escrito por Kevin Williamson e dirigido por Wes Craven, que faleceu recentemente. A história gira em torno de um grupo de adolescentes que é atormentado por um assassino, apelidado de Ghostface. A trama foca em descobrir quem é o assassino.

bunkernerd_serie_Scream_4

O filme foi um sucesso comercial e um dos mais lucrativos de 1996, custando US$ 15 milhões e arrecadando mais de US$ 6 milhões na primeira semana. No elenco estava Courteney Cox, Drew Barrymore, David Arquette, Neve Campbell e Rose McGowan.

Scream (Pânico) ganhou notoriedade, pois não se tratava somente de um filme de suspense ou terror slash, estilo “Halloween” ou “Sexta-feira 13”. O filme satiriza os clichês de filmes de terror, seja em diálogos ou cenas. Também há diversos suspeitos para o assassino, algo relativamente novo para o gênero. O sucesso do primeiro filme foi tanto que lhe rendeu uma continuação em 1997, um terceiro filme em 2000 e o quarto em 2011.

A série de TV
Apesar de ser baseada na franquia e ter a mesma estrutura, a série não tem nenhuma ligação com os filmes. Estamos em Lakewood, uma cidade pacata (por mais que tenha um passado violento), onde um assassino, Brandon James, matou vários estudantes da escola Lakewood. A série começa com um vídeo viral mostrando Audrey (Bex Taylor-Klays) e outra garota se beijando em um estacionamento. Nina (Bella Thorne) gravou e postou o vídeo na internet e, após algumas horas, é assassinada pelo novo Ghostface. E então, começa a nova onda de assassinatos.

bunkernerd_serie_Scream_cena-Grito

Assim como nos filmes, o assassino tem uma vítima foco. Nos filmes era a Sidney e dessa vez é Emma (Willa Fitzgerald), o motivo para o qual ele está interessado em Emma não posso falar, lógico.

Além de Emma, a protagonista, temos mais cinco personagens que terão certa importância para trama (e alguns com um subtramas). Assim como fiz em “Sense 8”, devo falar que os personagens são colegiais estereotipados.

Temos Audrey, a garota sarcástica considerada esquisita pelo resto da escola. Seu melhor amigo, Noah (John Karna), é um gênio da computação e amante da cultura pop (principalmente filmes de terror e serial killers), ou seja, o nerdWill (Connor Weil) é namorado de Emma e se destaca como jogador no time de basquete, o atleta.  Brooke (Carlson Young) é filha do prefeito de Lakewood, a tão famosa patricinha. Kieran (Amadeus Serafini), filho do Xerife Hudson, é o novo aluno de Lakewood High, o misterioso.

bunkernerd_serie_Scream_1

Como puderam ver, temos todos os estereótipos de um filme adolescente!

Avaliação
Os atores não são bons, mas eu consegui me envolver naquele mundinho de Lakewood. Gostei de alguns e odiei outros, chegando a torcer para que alguns morressem. Um ponto muito negativo para todos os atores de Scream é quando tentam passar cara de assustado. Essa cena em particular me fez voltar algumas vezes e rir.

bunkernerd_serie_Scream_3

Já um ponto negativo é na questão de falta de continuidade com a emoção dos personagens. Exemplo: A namorada do personagem X morre e ele fica devastado, chorando, sem conseguir se levantar do sofá. Na cena seguinte ele está completamente disposto a fazer uma caçada ao assassino e não cita mais a morte de sua namorada. Por mais que a morte possa gerar uma espécie de motivação, isso se torna ridículo quando a personagem muda seu estado emocional tão rapidamente.

A série prometia ter uma pegada tecnológica e moderna, mas senti um pouco de falta disso no decorrer dos episódios de Scream. Foi uma ou outra citação sobre Facebook e Instagram, mas só. Poderia ser bem mais explorado, porém pensei que talvez os produtores não quisessem fazer algo muito parecido com o último filme de 2011, onde a ideia foi transmitir os assassinatos pela internet.

Então por que assistir?
Eu sou suspeito pra responder, já que sou muito fã da franquia Pânico, mas creio que, por mais que a série peque em algumas coisas, você deve assistir pelo legado da franquia Pânico, satirizando filmes de terror e fazendo diversas referências.

Muitos fãs que não gostaram de Scream alegam que a série não tinha a mesma essencial dos filmes, outros criticaram a nova máscara. Eu gostei pelo fato do seriado, assim como os filmes, não se leva 100% a sério.

“Não se faz um filme de psicopata como uma série de TV. A menina e seus amigos chegam à boate, ao campo ou cidade deserta. O psicopata os mata um a um. Depois de 90 minutos, o sol aparece e a menina sobrevivente sentada na ambulância vê os corpos dos amigos passando. Filmes de psicopata passam muito rápido. Na TV é preciso esticar as coisas. Quando o primeiro corpo é encontrado, é só uma questão de tempo até o banho de sangue começar.” – Noah.

Com essa fala, Noah explicou a série toda!

Como descrevi antes, Scream (até o momento) não ligação com a franquia de filmes, portanto existe uma nova máscara e um assassino com uma motivação completamente diferente. A nova máscara é baseada na antiga, porém mais deformada e sombria.

bunkernerd_serie_Scream_5

A primeira temporada de Scream tem somente 10 episódios e a segunda temporada já foi confirmada para ano que vem. o/

 

Por B. Santos

Comentários

comentários