Olá soldados nerds! Estou aqui de novo para falar de física! E dessa vez vou falar sobre algo que muitos sabem, porém poucos realmente compreendem. O quão gigantes somos!

somos-gigantes--3

Pegando emprestado a imagem do titã grego Atlas, aquele que foi condenado a carregar o mundo nas costas, começamos nossa conversa sobre gigantes. 😉

E para mostrar isso, iremos comparar o nosso tamanho com o tamanho de uma das menores partículas conhecidas: os átomos. Vocês conseguem lembrar as primeiras aulas de química no ensino médio? Provavelmente foi algo assim:

Professor: Os átomos são minúsculos, menores que a ponta de um alfinete!

Alunos: ÓÓÓÓÓÓÓÓ, que pequeniniiiiiinnn!

somos-gigantes--1Ok, ok, nós sabemos que isso não é mentira. Mas vocês tem noção do tamanho REAL de um átomo? Ou então, de quantos átomos cabem na tal ponta do alfinete?

Primeiro, vamos imaginar 1g de hidrogênio, que é mais ou menos um cubinho de 1 cm de lado. Aparentemente parece pequeno, mas quantos átomos fazem parte deste cubo? Cálculos avançadíssimos e alguns cientistas malucos já descobriram este valor para nós, e eles chamaram de mol. Este valor é aproximadamente 6,02 x1023. Para aqueles que não gostam de notação científica, é a mesma coisa que: 602.000.000.000.000.000.000.000!

Certo, agora entendemos que tem esse número gigantesco de átomos em apenas 1 g de hidrogênio. Porém, mesmo assim, 99% das pessoas ainda não sabem o real significado disso. O mol é um número tão grande, mas tão grande, que mal conseguimos ter noção de seu tamanho. Pra ajudar, vamos fazer algumas comparações:

  1. Primeira comparação: Digamos que eu seja um cara bem rico, e tenha 1 mol de reais na carteira. Então no dia da minha morte, ao lerem meu testamento, descobrem que deixei este dinheiro para TODAS AS PESSOAS DO PLANETA TERRA! Ou seja, cada ser humano receberá uma quantidade igual de dinheiro. Então, o quanto você acha que cada um receberia? Pouco? Bastante? A resposta: cada pessoa no mundo receberia aproximadamente 83.600.000.000.000 (83 trilhões e 600 bilhões de dinheiros – a moeda em si não importa aqui!). O mol parece um pouco maior agora, não é?! Mas calma que ainda tem mais.
  2. Segunda comparação: Digamos que eu sou um cara que goste de pular corda. Um dia decido pular 1 mol de vezes, sem parar. Se eu pular uma vez por segundo, quanto tempo levarei para atingir minha meta? A resposta é ainda mais chocante: levaria aproximadamente 19.080.000.000.000.000 de anos! Isso equivale a quase UM MILHÃO E 400 MIL VEZES A IDADE DO UNIVERSO!!!!!! O.O
  3. Terceira comparação: Dessa vez vamos considerar que gosto muito de andar e um belo dia decido dar um mol de passos. Quantas voltas na Terra vocês acham que eu daria? Milhares? Bilhares? Não, MUITO mais. Seriam 12.040.000.000.000.000 DE VOLTAS COMPLETAS!

somos-gigantes--2

Pois é! Depois de ver essas três comparações o número parece muuuuito maior, não é? Essas contas aproximadas foram apenas para mostrar como não temos noção do tamanho de um número, simplesmente olhando para grande fileira de zeros.

Lembram do início do post, onde falei sobre 1 g de hidrogênio? Pois bem! Esse pequeno cubinho tem uma característica muito interessante: ELE POSSUI 1 MOL DE ÁTOMOS! Tudo contido naquele pequeno espacinho.

É… Depois de concluir todo esse raciocínio aqui em casa, cheguei a minha conclusão: Somos todos GIGANTES! =D

E ai, conseguem imaginar o tamanho de um único átomo agora?

 

Escrito pelo soldado: Lucas

Comentários

comentários

About The Author

Convidado

Convidado especial @BunkerNerd.