Confederados da nação Nerd, X-Wing Miniatures é um dos assuntos de hoje! Confesso, sou viciado em Star Wars, acho muito massa os filmes antigos, a trilogia nova achei mais fraquinha, mas mesmo assim vi no cinema, e com certeza vou estar na estreia dos novos filmes e com a família inteira, pois meu pai e meus irmãos também adoram a mítica que Star Wars gera.

E por ser uma paixão de família acabei comprando um jogo muito legal no universo de George Lucas, X-Wing Miniatures, um jogo alucinante de combate espacial, com som e tudo (não tem um jogo que não tenha os jogadores imitando os tiros ou explosões do filme!), onde o confronto é feito com miniaturas das naves do filme! Sério, as réplicas são absurdamente lindas e detalhadas, tanto que quando não estou jogando elas ficam na cristaleira como enfeite!

A Fantasy Flight, empresa que produz o jogo, é conhecida pela qualidade de seus produtos e por lançar constantes expansões para eles, e no caso do X-Wing Miniatures não é diferente. A caixa básica com três naves, duas Tie Fighters e uma X Wing, e outras peças que compõem o jogo é amparada por mais de dez expansões diferentes, considere que cada expansão é uma nave nova pro combate, deixando assim cada partida mais empolgante e competitiva.

Imagem 01Mas vamos ao que interessa: X Wing Miniatures, divide os jogadores nas duas facções muito conhecidas do universo Star Wars, Império e Rebelião, sendo inicialmente um jogo para duas pessoas onde cada jogador tem uma pontuação para montar seus esquadrões; na caixa básica o jogo é 30 pontos, mas o LEGAL MESMO é montar uns esquadrões de 100 pontos! Aí o bicho pega pra valer! Cada facção tem suas peculiaridades: enquanto os Rebeldes têm naves mais caras, porém mais resistentes, o Império tem naves baratas e mais manobráveis. Por meio de cartas o jogador irá escolher a nave e piloto de seu esquadrão, desde o mais genérico Rookie Pilot de uma X-Wing, até nomes famosos como Luke Skywalker (X-Wing), Darth Vader (Tie Advenced) e Han Solo (Millenniun Falcon é claro!), variando preço e habilidades. O jogador ainda pode equipar algumas cartas interessantes para aumentar a capacidade de suas naves, como torpedos e astromech (tem o R2-D2 por sinal) sempre considerando o valor total de pontuação da partida. Desta maneira o jogo é incrivelmente balanceado, é difícil ver uma jogada onde alguém tenha uma superioridade muito grande contra o outro time no começo do jogo.

O jogo não tem um tabuleiro definido, qualquer mesa pode ser o tabuleiro, pois o que interessa é as réguas de movimentação e a distância dos ataques, definida também por uma régua de alcance das naves, sendo o combate travado com dados de oito faces, customizado para o jogo, acredite, é muito SIMPLES de aprender como jogar, o que torna o jogo complexo é jogá-lo em si, pois a cada rodada a situação muda brutalmente, tanto pela mudança rápida de ofensivos e defensivos quanto pela quantidade de habilidades que cada nave e piloto possa possuir. Essa complexidade é claro é revertida em diversão.

Imagem 02

Uma partida dura em média quarenta e cinco minutos à uma hora, considerando um jogo de 60 pontos, com 100 pontos ele chega à uma hora e meia dependendo do grau de experiência dos jogadores envolvidos (meu sobrinho me exterminou em trinta minutos… maldito…) e com certeza será muito bem aproveitado esse tempo.

Imagem 03

Minha única crítica mesmo, se é que dá para considerar isso uma crítica, é que o combate é essencialmente rolagem de dados, então pode frustrar um pouco aqueles “azarados”, mesmo tendo várias maneiras de re rolagem às vezes uma rolagem fácil não gera resultado positivo algum. Nada que estrague o brilho do jogo é claro.

Aproveitei para montar uma breve descrição, baseada na minha experiência no jogo, para apresentar as naves de X-wing Miniatures, assim se você tiver a intenção de jogar já terá uma noção bem básica do que está comprando:

Rebel Side:

A grande maioria das naves rebeldes são mais customizáveis do que as do Império, graças as cartas de upgrades que o jogador pode incluir, e isso é claro, reflete numa quantidade menor de naves em jogo, geralmente o Império terá cinco ou seis naves num jogo de 100 pontos enquanto a Rebelião terá apenas quatro ou cinco.

– X Wing: A nave rebelde que vem na caixa básica, e pode ser comprada separadamente em uma expansão própria, é uma das melhores naves do jogo. Tendo como atrativo adicional Luke Skywalker como piloto a X Wing é BEM versátil e aguenta bastante pancada, além de ter alguns upgrades muito bons, ela é o básico do básico e realmente será difícil você não incluir pelo menos uma delas na formação de seu esquadrão.

– Y Wing: Nos filmes e jogos a Y Wing é o bombardeiro pesadão que não é muito rápido, e aqui não é diferente, porém eu diria que esta nave entra como um “ataque à distância” bem eficiente, a maioria das habilidades especiais dos pilotos é montada para utilização de média e longa distância, e seus upgrades seguem essa tendência. Ou seja, a Y Wing é uma excelente nave de apoio ficando atrás dos caças principais, fora que o visual dela é um dos mais bonitos!

Imagem 05

Lengenda: Y Wing, uma das mais bonitas e práticas!

A Wing: Tá aí uma navezinha cascuda, é a mais frágil das naves rebeldes até então lançadas, e a mais manobrável, tornando-a perfeita para pegar o oponente pelas costas. Com habilidades de pilotos focadas principalmente em tornar a nave mais manobrável ainda a A Wing é perfeita para derrubar naves lerdas como TIE Bombers, por exemplo, pessoalmente sempre tenho pelo menos uma no esquadrão.

– B Wing: Sabe aquela nave que você vai colocar para levar um monte de tiros e vai continuar atormentando no jogo? Pois é, essa é a B Wing, a nave tem um monte de escudo e ainda consegue ter uma boa manobrabilidade, conseguindo desmantelar muitas táticas do Império. Eu achei meio cara a nave, mas quando joguei me diverti MUITO com ela em jogo e entendi seu preço. Para quem jogar contra a B Wing, um conselho, ou você destrói ela por último ou foca todo seu ataque no começo nela, apenas não divida sua força de ataque, será perda de tempo.

– HWK 290: Como nave de apoio ela é ótima, joguei pouco com ela, pois meu estilo de jogo é mais ofensivo, e a HWK 290 é bem focada em apoio mesmo, não tendo muitos recursos de combate em si.

Imagem 04

– Millennium Falcon: Bom… acho que a Millennium chega ser desbalanceada perto das outras naves, é maior aguenta MUITO tiro e ainda tem uma quantidade absurda de recursos adicionais, jogar com ela é muito divertido, caro para coloca-la no esquadrão (o Han Solo, por exemplo, sem nenhum upgrade custa 46 pontos, é o piloto mais caro até o momento, mas compensa!). Jogar contra ela será BEM desafiador.

– Z Wing: Anunciada no mês de fevereiro  a Z Wing será a nave mais barata do lado rebelde, eu arriscaria dizer que ela é uma versão mais barata da X Wing, nas histórias de Star Wars a Z Wing é de fato a antecessora da X Wing.

– E Wing: Como a Z Wing a E Wing foi anunciada em fevereiro, fechando o lado rebelde da wave 4 (a cada wave são apresentadas novas naves, geralmente duas para cada facção), ela consiste num caça mais bruto, não chega a ser um bombardeiro como a B e Y, esta mais para uma canhoneira mesmo, tendo suas habilidades focada em aumento de ataques.

– Rebel Transport: Este foi o último lançamento realizado, no mês de abril, o Rebel Transport é BEM maior q as outras naves, aproximadamente uns 35 cm contra uma média de uns 5 cm dos caças, e ela tem TODOA uma maneira diferente de se jogar, praticamente o jogo se torna outro com o Rebel Transport. Nessa expansão também vem outra X Wing como nave de escolta.

Imagem 07

– Tantive IV:  Como a Transport a Tantive IV é um outro tipo de jogo, fugindo um pouco ao meu ver do estilo do jogo original, ela é ainda maior que a Transport mais ou menos uns 45 cm, imagine isso numa mesa para jogar, mover esse trambolho deve ser complicado. Mas uma coisa é certa, a miniatura gigante é lindíssima!

Imagem 08

– Rebels Aces: Esta é uma caixa nova, são versões customizadas da A Wing e da B Wing, se seguir o padrão do Imperial Aces (logo abaixo explicado) serão pilotos excelentes com habilidades bem interessantes de se jogar.

Imagem 09

Imperial Side:

Naves mais baratas e menos customizáveis, você diria “deve ser mais fácil de jogar com o Império” e este é um tremendo engano, de fato, o esquadrão pode ser montado com maior facilidade, já que não há tantas opções de upgrades para a maioria das naves, mas a capacidade de manobras das TIE de um modo geral transformam o jogo do Império muito divertido, não vi um jogo com táticas parecidas dos jogadores do Império, sempre tem algo novo e brilhante que eles inventam.

Tie Fighter: TIE ENXAME! Tá louco viu? São baratas, fracas e em número são um tormento, utilize duas ao mesmo tempo, já atrapalham horrores o jogo dos rebeldes, sem contar que o baixo preço da nave também não te deixar muito na desvantagem caso uma delas seja destruída na primeira rodada.

Tie Advanced: Sendo o maior atrativo desta nave o Darth Vader, a Tie Advanced é a nave com maior número de upgrades possíveis do lado do Império, ela também é uma das poucas naves desta facção que possui Escudos, sinceramente, você vai dar um trabalho do caramba colocando essa coisa com o Darth Vader dentro!

Imagem 10

Tie Bomber: A Tie Bomber geralmente é o primeiro alvo num combate, já que ela é lerda e pode causar bastante problemas, pessoalmente ainda não vi alguém que usasse bem esta nave, mas ela tem seu potencial.

Tie Interceptor: Adoro essa nave, o estilo de asas para frente lembra uma ave de rapina, a Interceptor é devastadora em jogo, geralmente só jogo com ela e as Tie Fighter, apesar de frágil a nave é muito manobrável o que a deixa extremamente perigosa. Como nos livros esta nave foi criada para abatar X Wings, e no jogo ela faz isso MUITO bem (adeus Luke Skywalker!)

Slave I: A nave do Boba Fett saiu ao mesmo tempo que a Millennium Falcon, mas ao meu ver elas não devem ser comparadas, pois de parecidas só o tamanho da base. A Slave I é bem mais ofensiva e tem uma mobilidade maior também, mais fraca e mais barata, ela é uma excelente opção tática para aniquilar naves de suporte, muito rapidamente.

Lambda Class Shuttle: Recebi minha Lambda semana passada, li as cartas de upgrades adicionais dela, muito boas, a miniature é muito legal pois as asas se mexem (tirando ela só a antena do Radar da Millennium é móvel nas miniaturas), mas a nave em jogo me dá um certo medo de usar, ela parece fraca e desajeitada. Junto com essa nave vem alguns jogos “missão” para utiliza-la, talvez nesses cenários ela seja interessante.

Imagem 11

Legenda: A Wave 03, da esquerda para direita: HWK 290, Lambda Class, Tie Bomber, B Wing.

Imperial Aces: Esta expansão trás duas miniaturas de Tie Interceptor, com uma pintura customizada, e novos pilotos, além de modificações únicas para essa nave. Além de serem cores realmente lindas nas naves os novos pilotos transformam essas naves em algo bem difícil de confrontar.

Imagem 12

Tie Defender: Esta será lançada em breve na Wave 4, nos filmes e jogos que a Tie Defender aparece ela é sempre uma droga de destruir, resistente, com escudos e um ótimo poder de fogo. Pelo apresentado até agora ela seguirá esse padrão na miniatura, sendo assim o Império terá uma ótima nova nave.

Tie Phantom: Sendo a segunda nave do Império na Wave 4 a Tie Phantom trará uma nova mecânica, a camuflagem, que dificultara seu acerto, considerando uma nave relativamente rápida ela poderá facilmente passar pelas linhas dos Rebeldes e atacar pela retaguarda.

Imagem 13

Legenda: Da esquerda para Direita: E Wing, Z Wing, Tie Defender, Tie Phantom. A futura Wave 04

Então galera, se vocês quiserem ver o Marechal tomando um pau nesse jogo num Vlog, é só postar que a gente monta alguma coisa bacana para mostrar toda a pancadaria, e também explicamos melhor as regras, ninguém aqui é profissional, aposto que muitos jogadores irão ter táticas mais efetivas que as nossas,  mas pelo menos para mostrar as naves em ação vai ser interessante.

Quem quiser mais informações segue alguns sites úteis:

Fantasy Flight

Starwars miniwika

Miniature Market

Até a próxima! Cambio, Desligo.

Ramses Sohn

Comentários

comentários

About The Author

Convidado

Convidado especial @BunkerNerd.

3 Responses

  1. Erick Carjes

    Quero dizer que acabei de comprar o pacote inicial e seu post me ajudou muito a tomar as próximas decisões a respeito de compra.
    Muito obrigado

    Responder
  2. mindmachine

    I’ve been surfing online more than three hours today, yet I never found any interesting article like yours.
    It’s pretty worth enough for me. Personally, if all site owners and bloggers made good
    content as you did, the web will be a lot more useful than ever before.

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published.